Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
RECAP

Para fugir da previsibilidade, The Walking Dead ressuscita personagem

Drama zumbi ganha injeção de ânimo na reta final

Publicado em 27/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A 11ª e última temporada de The Walking Dead está muito boa, não entendam mal. Contudo, há o elemento nítido da previsibilidade que diminui a graça de acompanhar a narrativa. Isso porque, ao menos, quatro heróis vão terminar a série vivos. Para fugir do óbvio, o drama zumbi ressuscitou uma personagem doidona no 14º episódio, já disponível no Star+.

[Atenção: spoilers a seguir]
Os capítulos mais recentes giraram em torno de uma carga de armamento, pertencente à Commonwealth, roubada no meio da estrada. Lance Hornsby (Josh Hamilton), diretor de operações da imponente comunidade, acreditou que o assalto foi orquestrado por um grupo sinistro de pessoas envolvidas em uma seita. Mas não foram elas as ladras.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Intitulado de The Rotten Core, o episódio da semana de The Walking Dead revelou quem cometeu o saque: Leah (Lynn Collins). A ex-militar está sozinha após ser derrotada (e escapar da morte) em confronto com Maggie (Lauren Cohan), viúva cheia de sangue nos olhos, ocorrido no nono episódio.

A volta de Leah tem tudo para injetar imprevisibilidade nessa reta final de The Walking Dead. A antiga integrante e líder do extinto grupo Ceifadores é uma incógnita. Não se sabe ao certo as motivações dela, que já amou Daryl (Norman Reedus) e também o traiu. 

É complicado prever quais os próximos passos de Leah, principalmente traçar o que ela fará com os armamentos roubados. A soldado pode se juntar à resistência contra Commonwealth, armar ataque contra Maggie ou partir para cima de Daryl. Essa indefinição real é muito boa e chega no momento ideal.

Lynn Collins em The Walking Dead; Leah reapareceu

Não vai morrer

Fora qualquer surpresa estapafúrdia, quatro personagens centrais de The Walking Dead não morrerão na 11ª temporada: Maggie, Negan (Jeffrey Dean Morgan), Daryl e Carol (Melissa McBride). Eles vão estrelar dois spin-offs da série zumbi ambientados no futuro.

Esse spoiler involuntário, divulgado pela própria série ao anunciar com antecedência as novas atrações, estraga alguns momentos da atual leva, esfriando cenas de tensão.

Por exemplo. Em The Rotten Core, Negan ficou na mira de uma pistola apontada por Hershel (Kien Michael Spiller), filho de Maggie e Glenn (Steven Yeun). O garoto estava pronto para vingar o pai, morto por Negan. Como o anti-herói não vai morrer, sabia-se de antemão que o menino não iria disparar a arma de fogo.

Situação similar ocorreu com Daryl, no mesmo episódio, ao entrar em uma aventura insana que consistiu em atravessar pelo meio de uma horda de zumbis e recuperar certa quantia de dinheiro escondido dentro de uma casa. 

Se não bastasse isso, lá ele entrou em um escape room sinistro. Apesar da alta aflição e suspense, de alguma forma ou de outra Daryl iria escapar daquela enrascada vivo; o que aconteceu.

Leah bagunça as cartas do jogo por ter três relações conflituosas em The Walking Dead, com Maggie, Daryl e, agora, Commonwealth. A dois episódios do fim da segunda parte da 11ª temporada, o drama zumbi ganha dinâmica interessante para agitar a trama. ⬩

____

Conheça a página de séries do Observatório da TV

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....