Segundo Sol: Karola diz que vai chamar a polícia para prender Laureta

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Segundo Sol, na Globo, Karola (Deborah Secco) não gostou nada de saber que Laureta (Adriana Esteves) é sua mãe. A vilã não entende por que foi abandonada e culpa a cafetina pela vida difícil que teve. A ex de Beto (Emílio Dantas) até pensará em matá-la, mas ficará só na ameaça. Confira.

“Vai fazer o quê? Cortar minha garganta? Matar sua própria mãe?”. “Agora você apela! Você é patética, mamãe!”. “Vai, mata então! Você não é capaz de matar, Karola…”. “Não tá nos meus planos me sujar com o seu sangue, não. Vou fazer melhor, vou entregar seu paradeiro pra polícia, você vai em cana!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Karola confronta Severo sobre ele ser seu pai, em Segundo Sol, na Globo

“Você não vai fazer isso, sabe por quê? Porque você não é uma vaquinha de presépio. Não vai fazer exatamente o que Beto e Luzia querem… não vai dar essa alegria aos dois, e depois ficar assistindo a felicidade deles! Você sabe que pro bem e pro mal eu e você somos feitas da mesma matéria, eu sou a sua família e você não vai ser idiota de acabar comigo pra virar coadjuvante da vida de Beto com a marisqueira e Valentim, que a essa altura já deve estar mais do que amigado com a mamãezinha de sangue dele! Estão pouco se lixando pra você…”, dirá Laureta, manipuladora.

Ainda nesta cena de Segundo Sol

“Isso é o canto da bruxa… não vou lhe ouvir, não vou! Beto disse que vai me ajudar, ele se importa comigo sim!”. “Ah, claro, vai lhe ajudar pra que você fique quietinha, seja boazinha… vai lhe dar uma mesadinha… quanto você acha, dez mil? Aposto que vai ser no máximo dez mil por mês pra você se virar e não encher mais o saco dele! É isso que você vale?”.

“Melhor que não valer nada pra minha própria mãe!”. “Você vai ser minha sucessora lá em casa, pode levar Remy pra lhe ajudar, já que naturalmente vocês vão ficar juntos”. “Tá tentando me comprar agora? Essa é a sua última cartada? Tá perdendo seu tempo, mamãezinha!”.

“Você não é essa pamonha toda certinha que se contenta com pouco, Karola, você é igual a mim, nesse ponto tenho orgulho que você puxou sua mãe – pra nós é tudo ou nada! E eu sei que você vai fazer a escolha certa”.

“Vai se fiando nisso. Aproveita aí seus últimos momentos antes de ver o sol nascer quadrado, mamãe, que a polícia vem aí!… Nem grana pra fugir você tem mais, essa ilha é pequena, mesmo que você tente se esconder, vai ser bem fácil lhe achar”, concluirá Karola, ameaçadora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio