Assim como Bom Sucesso, relembre seis novelas que abordaram o tema morte no enredo

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Colocando a morte como fio condutor de sua trama principal, Bom Sucesso estreia na tela da Globo no próximo dia 29 de julho, na faixa das 19h. A novela usa a doença terminal do empresário Alberto (Antonio Fagundes), que tem apenas 06 meses de vida, para mostrar a importância de se correr atrás dos sonhos.

Dono da editora Prado Monteiro, o milionário tem seu exame trocado e passa a acreditar que está curado. No entanto, o relatório foi parar nas mãos da costureira Paloma (Grazi Massafera), que fica desesperada ao saber da sentença de morte. Sonhadora e determinada, ela decide aproveitar seus últimos momentos intensamente, realizando tudo o que sempre teve vontade de fazer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, depois de um curto
período, a moça é informada pelo hospital da troca dos exames. Com isso, ela passa
a procurar Alberto para desfazer o mal-entendido. Desse encontro, nasce uma
grande amizade, baseada sobretudo na troca de vivências.

Não é a primeira vez que Globo exibirá um folhetim que usa o temido assunto para destacar o valor da amizade, da família e do amor. Muitas tramas, inclusive, trataram a morte a partir de doutrinas como espiritismo e reencarnação. Relembre a seguir seis obras com essa temática:

Amor à Vida (2013 – 2014)

Nicole morre no dia do casamento em Amor à Vida (Foto: Reprodução/ Globo)

Na novela de Walcyr Carrasco,
Nicole (Marina Ruy Barbosa) era uma jovem doce, sensível e rica, diagnosticada
com um câncer em estágio avançado. Sonhando em viver um grande amor, ela se
deixar envolver por Thales (Ricardo Tozzi), que planejava casar-se e herdar
sua herança juntamente com Leila (Fernanda Machado) – melhor amiga da moça.
Nicole descobre a traição no altar e morre. Após a tragédia, o fantasma dela
passa a atormentar os vigaristas.

Alma Gêmea (2005 – 2006)

Protagonistas da novela Alma Gêmea (Foto: Divulgação/ Globo)

Escrita por Walcyr Carrasco, essa
novela das seis narrou a história de amor do botânico Rafael (Eduardo
Moscovis
) e da bailarina Luna (Liliana Castro), que morre assassinada.
 Na tragédia, o espírito da moça
reencarna no corpo da índia Serena (Priscila Fantin), que reencontra o
grande amor de sua vida após 20 anos.

Joia Rara (2013)

Cena da novela Joia Rara (Foto: Reprodução/ Globo)

Falando sobre morte e reencarnação,
a novela de Thelma Guedes e Duca Rachid abraçou as várias formar de amor. Na
história, Franz (Bruna Gagliasso) e Amélia (Bianca Bin) eram pais
da pequena Pérola (Mel Maia). Com dons especiais, a criança era a
reencarnação de Ananda (Nelson Xavier), líder espiritual budista que
retorna ao mundo com a missão de ensinar as pessoas a amar.

Além do Tempo (2015)

Protagonistas da novela Além do Tempo (Foto: Divulgação/ Globo)

Protagonizada por Lívia (Alinne
Moraes
) e Felipe (Rafael Cardoso), o folhetim de Elizabeth Jhin
mostrou como um amor verdadeiro pode resistir ao tempo e à morte. No começo do
século 19, o casal morreu após sofrer uma emboscada do vilão Pedro (Emílio
Dantas
), que era obcecado pela mocinha. Passados 150 anos, os protagonistas
são reencarnados em novos corpos e se aproximam. No entanto, os obstáculos para
eles ficarem juntos continuam ainda mais fortes.

Escrito nas Estrelas (2010)

Cena da novela Escrito nas Estrelas (Foto: Reprodução/ Globo)

Também criada por Elizabeth Jhin,
a novela trazia a história de Ricardo (Humberto Martins) que após a
morte do filho Daniel (Jayme Matarazzo) em um acidente tem sua vida transformada.
O médico descobre que o herdeiro havia congelado o sêmen antes da tragédia. Com
isso, passa a procurar uma mulher para tornar-se mãe de seu neto. Sem saber,
ele escolhe Viviane (Nathalia Dill), uma moça que viveu uma profunda
paixão com o falecido. O tempo passa e Ricardo, viúvo há dez anos, se ver apaixonado
pela jovem.

A Viagem (1994)

Cena da novela A Viagem (Foto: Divulgação/ Globo)

Sem dúvida a obra de Ivani
Ribeiro é mais lembrada quando o assunto é morte na teledramaturgia. Na trama,
Alexandre (Guilherme Fontes) é um jovem delinquente de classe média que
se envolve em um assalto e mata um inocente. Ele foge do local, mas é entregue
à polícia pelo irmão Raul (Miguel Falabella) e pelo cunhado (Maurício
Mattar
). Preso, é condenado a 18 anos de reclusão e comente suicídio na
penitenciária. Com sede de vingança, seu espírito retorna à terra para atormentar
todos que prejudicaram sua vida.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio