Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Adriano Tunes comenta estreia na Globo após viver Velha Surda em musical de Silvio Santos

Ator interpretou Sapore na série Eu, a Vó e a Boi, exibida nas madrugadas da emissora

Publicado em 29/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Depois de interpretar Velha Surda e mais três personagens no musical Silvio Santos Vem Aí, Adriano Tunes estreou na Globo na série Eu, a Vó e a Boi, exibida nas madrugadas e produzida originalmente para o Globoplay. Em entrevista à coluna, o ator comentou detalhes e dificuldades para dar vida à travesti Sapore, funcionária da boate Mona de Ekê na produção assinada por Miguel Falabella.

“Era um desejo de que a série fosse para a TV aberta, além do Globoplay”, comemora Tunes, que se consagrou no teatro em espetáculos como O Musical Mamonas e Hebe – O Musical. O ator gravou Eu, a Vó e a Boi em 2019, antes da primeira apresentação do musical biográfico sobre o dono do SBT, na mesma semana em que foi decretada pandemia de coronavírus. A peça saiu de cartaz em março de 2020 e retornou apenas em outubro deste ano.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Tunes admite que encontrou problemas ao interpretar Sapore: “Tive muita dificuldade para aprender a andar de salto com mais naturalidade, porque, apesar de eu ter feito mulheres no teatro, na televisão você tem que trazer um lado mais naturalista e sem exageros. Tive dificuldade principalmente com as unhas postiças, porque era algo que não fazia pate do meu corpo e eu não tinha tato. Mas tive uma preparação na Globo com ajuda de uma preparadora e um preparador de elenco”.

O ator explica que precisou estudar o universo LGBTQIA+ para não representar Sapore de maneira desrespeitosa contra os travestis em Eu, a Vó e a Boi. Tunes conseguiu humanizar a personagem, que equilibrou a relação tensa entre as vizinhas Turandot, a Vó (Arlete Salles), e Yolanda, a Boi (Vera Holtz).

“Assisti a muitas entrevistas e muitos documentários sobre travestis e o universo LGBTQIA+, porque eu queria compor com o máximo de respeito para fugir do estereótipo voltado para o lado da chacota, do deboche, do escandaloso, da pessoa que faz rir, da palhaça do rolê. Busquei me inteirar das fragilidades e do lado humano dessas pessoas para eu trazer para a Sapore”, conta ele.

Após a estreia na TV, Adriano Tunes se prepara para voltar ao musical Silvio Santos Vem Aí, em janeiro de 2022, mas antes atuará no espetáculo Aos Domingos, a partir desta terça-feira, com entrada gratuita.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....