Eu, a Vó e a Boi: Globo “desova” produções do Globoplay na madrugada

Estranhamente, séries originais do streaming ganham horários pouco convidativos na TV aberta

Publicado em 22/11/2021 17:00
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na semana do Halloween, a Globo surpreendeu ao apostar na série Desalma para inaugurar o que chamou de Corujão Mistério. A produção de suspense protagonizada por Claudia Abreu, Maria Ribeiro e Cassia Kis, produzida originalmente para o Globoplay, foi exibida durante uma semana nas madrugadas do canal.

Agora, é a vez do Corujão Humor lançar Eu, a Vó e a Boi. Trata-se da última série assinada por Miguel Falabella dentro do Grupo Globo antes de o dramaturgo e ator não ter seu contrato renovado com a emissora. A atração é inspirada numa thread do Twitter e foi uma aposta de Gloria Perez, nos tempos em que a novelista auxiliava Silvio de Abreu, então diretor de teledramaturgia, no núcleo de séries.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando foi lançada no streaming, a série dividiu opiniões. Muitos concordam que Eu, a Vó e a Boi não foi dos trabalhos mais inspirados de Falabella. A principal crítica foi que o enredo proposto se perdeu da essência da thread em que foi inspirado.

Independentemente de ser um bom produto ou não, chama a atenção o fato de a Globo estar exibindo produções originais do Globoplay nas madrugadas. Num momento em que ainda faltam produtos inéditos para preencher espaços na grade, não faz muito sentido lançar séries como esta num horário em que elas, provavelmente, seguirão inéditas para a maior parte do público.

Leia mais textos do colunista AQUI

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio