Diretor lembra comercial do primeiro sutiã e Patrícia Lucchesi diz: “Maravilhoso”

Julio Xavier revisita grandes momentos da sua carreira e fala de filme rejeitado com Rodrigo Lombardi jovem

Publicado há 2 meses
Por Edianez Parente
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O premiado diretor de filmes publicitários Julio Xavier lembrou detalhes de sua carreira e falou do comercial Primeiro Sutiã numa live sobre produção audiovisual na noite da última sexta-feira.

A atriz Patrícia Lucchesi, que tinha 12 anos em 1987, quando estrelou o filme, assistiu à live e postou no Facebook vários comentários durante a exibição, como “Maravilhoso”, sobre o trabalho de Xavier.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O premiado filme publicitário foi incluído entre os 100 melhores comerciais da história da propaganda mundial, reunidos no livro The 100 Best TV Commercials and Why They Worked, de Bernice Kanner. A criação do filme foi do publicitário Washington Olivetto, pela agência W/GGK.

A live sobre publicidade marca a estreia do programa Gigantes do Audiovisual, idealizado por Geraldo Santos, dono da Pixel Digital Contents, e pela produtora Iracema Nogueira.

A atração será exibida semanalmente, dentro do canal Super Cinema, nas redes sociais, abordando as grandes produções da propagada brasileira. O interesse especial é pelas campanhas produzidas entre os anos 1980 e o início dos 2000, marcado por muitas superproduções com orçamentos de US$ 700 mil a US$ 1 milhão.

Os diretores brasileiros tinham muita influência do cinema, e o período marcou também o ingresso da publicidade do País no rol das mais premiadas no mundo nos grandes festivais internacionais.

Atualmente sócio da produtora Bossa Nova Filmes, Julio Xavier contou para a apresentadora Iracema Nogueira detalhes curiosos de sua vida e carreira publicitária.

A produtora Iracema Nogueira entrevista o diretor Julio Xavier. Foto: Reprodução

Há exibição de vários comerciais feitos pelo diretor, que teve ampla influência do cinema no seu trabalho. Ele rememora histórias sobre os filmes que fez ainda nos anos 1970, como dois para a Kombi (da Volkswagen).

Além de outros que viriam depois, como um clássico filme para a Telesp — quando um orelhão de rua “morre”, chamando atenção dos pedestres. Há ainda um divertido comercial para cerveja Antarctica, estrelado por Hebe Camargo e Dercy Gonçalves.

Destaque também para um comercial estrelado por homens tristes e “na fossa”. No entanto, a produção não chegou a ser exibida, pois segundo o diretor, não foi aprovada pelo cliente, O Boticário.

Na produção, vários homens abandonados por suas amadas se mostram inconsoláveis e chorando, entre eles um ainda desconhecido e jovem Rodrigo Lombardi, chorando no balcão de um bar. Mesmo sem ter ido ao ar, o diretor diz: “É um dos melhores filmes da minha vida”.

Rodrigo Lombardi em comercial que não foi ao ar. Foto: Reprodução

A live pode ser assistida abaixo. O comercial do primeiro sutiã, feito para o cliente Valisère, está a partir de 14’40”, e o comercial com Rodrigo Lombardi, a partir de 26’30”.

Outros filmes do diretor merecem ser vistos ou revistos na live com seus comentários. Como os que foram feitos para clientes como Garoto, com vários adolescentes demonstrando seus primeiros interesses pelo sexo oposto; para o absorvente interno O.B., da Johnson & Johnson, com uma mulher andando nua e conversando naturalmente com o parceiro no quarto; e do jeans Wrangler, com apelo sexy.

Todas são produções impensáveis para os dias de hoje,  seja por conta de novas leis e regras de classificação indicativa, seja por conta de um maior preocupação com questões morais na sociedade.

Ainda, podemos ver na live um comercial das sandálias infantis da Xuxa, com meninas expressando de forma marota seu desejo pelo produto em inglês. O filme foi vetado nos Estados Unidos.

Ambos os responsáveis pelo Gigantes do Audiovisual têm longa experiência no mercado. A ideia da série surgiu quando Geraldo Santos precisou de um filme da Shell produzido com sua participação em 1980, e que não foi encontrado na internet.

Veio o espanto pela falta de registro da publicidade brasileira e a iniciativa de lançar um programa. Com o advento da pandemia do novo coronavírus, a solução foi fazer a atração em formato de uma live editada, dentro do canal Super Cinema, presente no Facebook, Instagram e YouTube.

“Nessa estreia, parece que o formato agradou. Tivemos mais de 25 mil views na live”, afirma Geraldo Santos. Novos episódios do Gigantes do Audiovisual serão exibidos no canal Super Cinema nas redes sociais às sextas-feiras, às 21h30.  

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais