Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
INAPROPRIADO

Revelado o que protagonista de série da Netflix fez para ser demitido

Palavras como 'grosseiro' e 'tóxico' foram usadas para descrever o comportamento de Frank Langella

Publicado em 21/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

No mês passado, Frank Langella foi demitido da minissérie A Queda da Casa de Usher, produção da Netflix na qual era o protagonista. A posição oficial da empresa, tomada após investigação interna, foi romper o vínculo com o ator por causa de “comportamento inapropriado” no set de gravação. O site Deadline revelou o que esteve por trás desse “comportamento inapropriado”.

A notícia da demissão de Frank Langella, 84 anos, foi acompanhada de poucos detalhes do motivo da saída, mas houve uma explicação “por cima”. Ele foi acusado de má conduta e de assédio, por fazer piadas impróprias de cunho sexual e acariciar a perna de uma atriz

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Pessoas envolvidas com a série resolveram detalhar o que aconteceu depois de Langella escrever um artigo sobre o caso, publicado no próprio site Deadline. Nele, o ator se colocou como vítima da “cultura do cancelamento” e afirmou não ter tido direito de defesa. O texto enfureceu todo o pessoal que trabalha em A Queda da Casa de Usher. Então, resolveram abrir o jogo.

Grosseiro e tóxico

Foram colhidos vários depoimentos, de forma anônima, de quem testemunhou o “comportamento inapropriado” do protagonista. As palavras que mais surgiram nessas falas foram “tóxico” e “grosseiro”. E tudo começou logo na primeira semana de gravação da minissérie. “Havia uma nuvem tóxica que o seguia por onde quer que fosse”, disse uma pessoa. “Muitos ficavam incomodados ao estarem na presença dele.”

As “piadas” problemáticas feitas por Frank Langella foram ditas em alto e bom som, às vezes durante pausas entre uma cena e outra. No artigo feito para o Deadline, ele comentou que “quando você é o protagonista, você tem de dar o exemplo e fazer com que o ambiente de trabalho seja mais leve e amigável.”

Os depoimentos coletados pelo site Deadline foram corroborados por várias fontes e fizeram parte da investigação comandada pela Netflix.

Após uma cena gravada no bar entre duas mulheres, Langella disse depois do “corta!” do diretor: “Daí, ela tirou a roupa dela e transaram com todos do bar em frente de toda a equipe.” Ninguém deu risada.

Ao ver um ator retocado de maquiagem, porque o personagem dele sofreu várias queimaduras, ele perguntou para o colega se a maquiagem foi feita na genitália também: “o fogo queimou seu p@*”?”.

Muitas das ditas piadas contadas por Langella eram de cunho sexual, ocasiões que ele aproveitava para perguntar aos integrantes da equipe de gravação sobre as experiências sexuais deles. “Ele dava detalhes sórdidos e nojentos sobre a própria vida sexual”, contou uma fonte.

Uma das “piadas” falava sobre idosos em um asilo, onde um homem larga a namorada porque ela tem doença de Parkinson e treme toda hora que segura o pênis dele.

Antes das investigações, muitos profissionais, superiores a Langella ou não, pediram para ele segurar a onda e mudar o comportamento. Ele atestou que isso ocorreu mesmo no artigo que escreveu: Você não pode contar piadas, não pode reclamar, não pode tocar… é uma nova ordem.”, reclamou.

No texto, Langella acusou as pessoas que o acusaram de serem muito rígidas e politizadas. Sobre os toques inapropriados durante as gravações, que configuraram assédio, o ator também foi crítico, chamando de absurdo! as regras impostas pelos coordenadores de intimidade, alegando que isso “acaba com a espontaneidade e o instinto.”

Todas as cenas de A Queda da Casa de Usher com Frank Langella estão sendo regravadas. O ator Bruce Greenwood (The Resident) foi escalado para substituir o protagonista. 

A minissérie A Queda da Casa de Usher, adaptação do clássico livro homônimo do renomado autor americano Edgar Allan Poe (1809-1849). é criação de Mike Flanagan, conhecido na Netflix por séries de terror populares, tipo A Maldição da Residência Hill (2018) e Missa da Meia-Noite (2021). O elenco da nova atração conta com Carla Gugino, Mary McDonnell, Carl Lumbly e Mark Hamill. ⬩

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....