Crítica

Mulher-Hulk: Defensora de Heróis (finalmente) parece uma produção de super-heróis

Análise do oitavo episódio da série da Marvel Studios para a Disney+

Publicado em 06/10/2022

Seria mais do que natural alguns assumirem a ideia de que pelo título ‘Coaxando e Saltando’, teríamos mais uma exibição humorística em Mulher-Hulk: Defensora de Heróis.

E, tivemos. Porém, pela primeira vez na temporada, podemos afirmar que estamos assistindo a uma série de super-heróis da Marvel Studios, pois finalmente temos uma produção de gênero ação com super-heróis.

Melhor: sem perder a identidade da série, vista desde o primeiro capítulo ‘Uma Quantidade Normal de Raiva’, o que será um contraponto interessante ao final deste mais recente episódio, uma vez que a advogada e super poderosa Mulher-Hulk (finalmente) ficará um tanto mais raivosa. Justamente.

Mulher Hulk 1
Charlie Cox como o vigilante Demolidor em Mulher-Hulk: Defensora de Heróis da Di

Nova dupla dinâmica?

Já era mais que sabido que, em algum momento, testemunharíamos a aparição do carismático Matt Murdock (Charlie Cox), advogado e vigilante mascarado, mais conhecido como Demolidor.

Sim, ele veio! E, surpreendeu, pois veio para formar uma dupla bem divertida, ao lado da protagonista da série da Marvel Studios para a Disney+.

Juntos usaram de suas habilidades para encantar alguns dos assinantes que estavam carentes de um pouco de ação. Nada de outro mundo, mas foi agradável ver um pouco de super heroísmo em Mulher-Hulk: Defensora de Heróis.

Mulher Hulk 2
Mulher-Hulk raivosa na série da Marvel Studios para a Disn

Humilhação da mulher

Apesar da entrada de um pouco de ação em ‘Coaxando e Saltando’, também temos como destaque aquela importante proposta de apresentar a perspectiva feminina das coisas, sejam boas ou desagradáveis.

Na parte final deste episódio, observaremos uma nova versão de Jennifer Walters/Mulher-Hulk (Tatiana Maslany), totalmente humilhada de forma degradante em um evento onde todos os olhos estavam voltados para ela.

Assim, percebemos que a produção Disney+, quer mostrar a real força da misoginia em nossa sociedade, que não tolera e permite qualquer destaque feminino de valor, fazendo de tudo para desmoralizar a mulher no campo pessoal e profissional.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade