NO VALE A PENA!

Tony Ramos relembra cena de perseguição policial em Mulheres Apaixonadas: “Momento marcante”

Cena icônica da teledramaturgia será reexibida nesta semana

Publicado em 16/10/2023

O ator Tony Ramos, de 75 anos, relembrou a cena emblemática da perseguição policial em Mulheres Apaixonadas que será exibida nesta semana no Vale a Pena Ver de Novo. A gravação atraiu, em 2003, mais de 1.500 curiosos e, ao todo, mais de 400 pessoas estiveram envolvidas nas filmagens. Para realizar as cenas, trabalharam 180 profissionais, entre eles diretor, assistentes de direção, câmeras, cenógrafos, produtores de arte, figurinistas, seguranças, equipe técnica e coordenadores de trânsito.

Para o veterano, a sequência é a mais emblemática de toda a novela de Manoel Carlos. “Vanessa Gerbelli e eu estamos numa rua do Leblon, a Dias Ferreira, e bem realisticamente o Papinha (Rogério Gomes), diretor da novela, realiza um tiroteio. As filmagens duraram dois dias e a TV Globo avisou a toda aquela área que teria essa gravação. Nesse tiroteio entre policiais e assaltantes, o Téo e a Fernanda ficam no meio. Consequentemente, ela recebe uma bala, vai para o hospital e acaba falecendo. O meu personagem também recebe tiro, fica na UTI por vários capítulos. Ali houve, sem dúvidas, vários momentos de muita emoção. E é inesquecível como há uma virada na história da novela naquele momento”, relembrou Tony Ramos.

Vinte anos depois, os bastidores das gravações permanecem vivos na memória de Tony Ramos, que se recorda com carinho do momento: “É uma cena icônica na história da televisão, pela maneira como foi feita, com a direção do Rogério Gomes (Papinha). Ali a gente via muito bem a qualidade do trabalho dele e de toda a produção. A equipe da TV Globo preveniu o bairro, aquela região toda, os restaurantes, as lanchonetes, os moradores dos edifícios de que haveria a sequência, em determinado dia… Foi tão bonita a recepção, como compreenderam que nós precisávamos daqueles 200 e tantos metros da rua naquele intervalo de tempo para fazer o tiroteio. A cena foi toda cercada de muito cuidado com quem morava, com os donos de restaurantes, etc. Foi lindo, um momento muito marcante! Teve até aplausos do público quando tudo acabou, como se fosse um teatro aberto”, relatou o artista.

Escrita por Manoel Carlos, Mulheres Apaixonadas tem a colaboração de Fausto Galvão, Vinícius Vianna e Maria Carolina. A novela tem direção de núcleo e geral de Ricardo Waddington e direção geral de José Luiz Villamarim e Rogério Gomes. A novela vai ao ar de segunda a sexta-feira, logo após Sessão da Tarde.