Toni Garrido solta palavrão ao vivo no Domingão e Faustão ironiza: “Sentiu, falou”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição deste domingo (16) do Ding Dong, quadro do Domingão do Faustão, o grupo Cidade Negra participou do formato e Toni Garrido, vocalista da banda, relembrou que quando o conjunto foi criado, eles vieram de Belford Roxo, cidade do Rio de Janeiro que era considerado uma das mais perigosas do mundo.

Leia: Lucas Lima expõe discussão com Sandy antes de apresentação no Domingão do Faustão

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não é verdade isso, não é uma verdade. As pessoas são boas, então a gente tem que se juntar pra isso. Hoje eu estava vendo uma coisa muito interessante da Lady Gaga falando, ‘Galera, o mal é invisível, é muito maléfico, ele faz as pessoas se afastarem, ele cria cor, diferença de sexo…’”, contou o músico.

Saiba mais: “Muito emocionante”, diz Sandy sobre participar do Domingão do Faustão

“Então, as pessoas são boas, mas se o mal se alastrar, f*deu”, disparou o artista, ficando constrangido depois. “E o preconceito pior ainda… É, f*deu mesmo, é isso mesmo. Às 18h36, português claro é isso mesmo. Sentiu, falou, ao vivo é pra isso mesmo”, ironizou o comunicador.

Toni seguiu tentando se retratar e Fausto interrompeu. “Até parece que você já não falou outras vezes isso aqui. Não vai ficar vermelho hoje”, brincou o artista, causando risos em Garrido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio