Sem máscara, Jair Bolsonaro volta a atacar jornalistas em evento

"Você é empregada de onde? Pelo amor de Deus, tá"

Publicado em 25/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente o presidente Jair Bolsonaro se envolveu em mais uma polêmica com a imprensa, entre as tantas outras desde antes de ser eleito. Em uma entrevista, ele acabou se exaltando com uma jornalista da TV Vanguarda, afiliada da Globo.

Participando de um evento, o político fez críticas à emissora e citou a CNN Brasil ao falar sobre a cobertura dos protestos contra o governo no último dia 19. Mas as coisas não param por aí, já que na manhã desta sexta-feira (25), uma situação bem parecida voltou a acontecer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cumprindo agenda em Sorocaba, interior de São Paulo, o presidente perdeu o controle ao ser questionado por uma repórter da CNN Brasil sobre a compra da Covaxin, vacina indiana contra a covid-19. “Presidente, as negociações [para a compra da vacina] continuaram depois das denúncias de irregularidades? Houve negociação depois da suposta denúncia de irregularidade?”, indagou a jornalista.

“Foi comprada a vacina? Foi comprada a vacina?”, rebateu o presidente, que estava sem máscara. Logo depois, uma jornalista emendou a pergunta e o deixou ainda mais irritado. “Você de novo? Você de novo? Eu não posso participar de tudo. Volta para a faculdade”, disse Bolsonaro, que afirmou depois que houve um erro no documento para mostrar que seriam 3 milhões de doses e não 300 mil.

Posteriormente, Adriana de Luca voltou a fazer uma pergunta parecida e foi surpreendida novamente. “Responda! Responda! Comprada quando?”, questionou ele. “Você passou a sua vez já, nasça de novo você. Ridículo, ridículo! Você é empregada de onde? Pelo amor de Deus, tá. Vamos fazer perguntas inteligentes, pessoal. A gente quer salvar vidas”, disse o presidente em mais um outro momento.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio