Renata Ceribelli e Mari Palma comandam reportagens gravadas com tecnologia em 360 graus no Fantástico

Publicado em 09/06/2017

Já imaginou fazer um safari na África? E se jogar de um prédio de mais de 100 andares? Ou viver aventuras radicais tendo como cenário as paisagens estonteantes de Bonito? Na nova série Fant360, você vai poder fazer tudo isso. A partir do dia 11 de junho, o ‘Fantástico’ começa a exibir reportagens com tecnologia de gravação em 360 graus, permitindo que o público escolha para onde quer olhar. E quem vai conduzir essa imersão são as repórteres Renata Ceribelli e Mari Palma.

Esta é a primeira série de reportagens completamente gravada com a tecnologia na Globo. “É muito bacana que as pessoas tenham a opção de assistir ao que querem ver. E com essa câmera 360, a gente mostra tudo. É uma inovação democrática”, conta Mari Palma. Renata Ceribelli acredita que a nova tecnologia inverte tudo: “Não é mais a edição que decide as imagens que serão mostradas. Cada pessoa escolhe para onde vai olhar, o que quer ver, em 360 graus. É muito desafiador participar de um projeto desse, de mudança da linguagem, um vídeo feito para ser assistido pela internet”, explica.

Fantástico emociona e presta serviço importante sobre transgêneros

E como funciona? Na televisão, uma reportagem imersiva mostra o ponto de vista das câmeras 360 graus, dando ao telespectador a ideia de estar no centro de tudo. No site do Fantástico, a experiência continua: uma página especial traz todos os conteúdos que podem ser manipulados à vontade. O usuário pode movimentar a câmera e enxergar tudo o que acontece ao redor. A tecnologia é compatível com computador, celular, tablet e óculos especiais para visualização de conteúdos de realidade virtual. “O ‘Fantástico’ busca sempre se reinventar. Estamos apostando na tecnologia das câmeras 360 para aproximar o público do nosso conteúdo de forma inovadora e constante”, afirma Luiz Nascimento, diretor do programa.

No primeiro episódio, Mari Palma convida o público a embarcar na experiência mais inusitada da vida da repórter: um treinamento militar no meio da selva Amazônica. Mari encara o desafio de saltar de um helicóptero três vezes. “Eu fiz em três dias um treinamento que os oficiais fazem durante três meses. Eles se colocam no limite o tempo inteiro, passam por provas físicas e psicológicas que fazem você pensar muito e dar valor ao que importa. Voltei para casa outra pessoa”, conta. Durante a exibição da série, a jornalista vive também outras aventuras pelo Brasil. Já Renata Ceribelli viaja por 30 dias para gravar na África do Sul, em Dubai e em Las Vegas.

Mas o projeto Fant360 vai além das aventuras de Renata Ceribelli e Mari Palma. A tecnologia será incorporada à rotina do programa, que passa a usá-la também em reportagens da semana, sempre para dar ao público o poder de ver a imagem do ângulo que quiser, se sentir no local onde a ação está acontecendo e explorar todas as possibilidades.

O ‘Fantástico’ convida a todos para embarcar nessa jornada a partir do próximo domingo, dia 11 de junho.