Mansão mostrada no remake de Anjo Mau está à venda em São Paulo

Maria Adelaide Amaral não gostava do ambiente

Publicado há um mês
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem acompanhou a segunda versão da novela Anjo Mau, produzida e exibida pela TV Globo em 1997 – e reprisada em três ocasiões, entre TV aberta e fechada -, certamente se lembrará da luxuosa mansão da família Medeiros, por onde transitavam os personagens centrais da história.

Pois o local, que serviu como cenário da trama das 18h, agora pode ser adquirido pela ‘bagatela’ de R$ 22 milhões. Sim: o ambiente com 2,3 mil metros quadrados existe de verdade e se localiza no bairro do Morumbi, zona sul de São Paulo (SP).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conta com cinco salas, seis suítes, espaço gourmet, salões de jogos e de festas, piscina, quadra poliesportiva e até elevador e campo de futebol. Vale ressaltar que, de todas essas instalações, a Globo só fazia uso da fachada e da área de lazer – as sequências que envolviam cômodos da casa eram realizadas nos estúdios da emissora.

À época da produção do folhetim, a Globo desembolsava R$ 1,5 mil – que hoje equivaleria a mais de R$ 9 mil – por dia de gravação na residência. Apesar da suntuosidade e do alto custo, a escolha da mansão desagradou em cheio à autora da trama, Maria Adelaide Amaral.

Ela [a mansão] é kitsch, de novo rico. É um alívio sair de lá. Não combina com os personagens, que são quatrocentões [de linhagem muito antiga]“, criticou a novelista em depoimento dado à Folha de São Paulo, em novembro de 1997.

Na mesma reportagem, a então proprietária do lugar rebateu as queixas de Adelaide. “O Ricardo pratica tênis, nada e faz ginástica. Minha casa combina com ele. Acho que por isso foi escolhida“, analisou, citando o playboy interpretado por Leonardo Brício na história.

Com informações do portal Notícias da TV.

Parte externa da mansão usada em Anjo Mau (Divulgação / Taloki Imóveis)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio