Luiza de Em Família é a personagem mais chata da TV

Publicado há 7 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A personagem de Bruna Marquezine é a nova integrante da lista das mais chatas do autor de “Em Família”, Manoel Carlos. Em novelas anteriores, Maneco criou tipos que tinham a “chatice” de Luiza, como Camila (Carolina Dieckmann), de “Laços de Família” (2000), Eduarda (Gabriela Duarte), de “Por Amor” (1997), e Joyce (Carla Marins), de “História de Amor” (1995).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Luiza virou alvo de críticas de telespectadores, que usam termos como “mimada”, “chata”, “dondoca” e “fura-olho” nas redes sociais. Na semana passada, internautas comemoraram o tapa na cara que ela levou da mãe, Helena (Julia Lemmertz).

O site Notícias da TV ouviu críticos que falaram sobre a personagem. Para Nilson Xavier, especialista em teledramaturgia, a jovem não é uma vilã. “A menina mimada e chata é recorrente nas tramas de Manoel Carlos. Ela é uma personagem humana, só que intransigente, arrogante e dona da verdade. Lídia Brondi tinha esse perfil em ‘Baila Comigo’ (1981)”, lembra Xavier.

Já Mauro Alencar, doutor em teledramaturgia pela USP (Universidade de São Paulo) e membro da Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão de Nova York (Emmy), afirma que o fato de o comportamento de Luiza gerar críticas nas redes sociais mostra que a personagem, por um caminho inverso, o do desequilíbrio, caiu no gosto do público. “Muitas vezes o desconforto não significa o desagrado. Mas o quanto, na arte, o conflito em questão é importante para iluminar as mazelas humanas presentes na realidade. Aí reside o sucesso e a importância da nossa telenovela”, observa Alencar.

Outras personagens “chatas” de Maneco também são lembradas pelo público. Entre elas, Iris (Deborah Secco), de ” Laços de Família”; Dóris (Regiane Alves), de “Mulheres Apaixonadas” (2003), e Isabel (Adriana Birolli), de “Viver a Vida” (2009).
“Difícil eleger a pior. Fizeram até o site ‘Eu Odeio a Eduarda’ na época de ‘Por Amor’, mas isso chamou muito a atenção na época porque a internet ainda era novidade. Se eu tivesse que eleger uma, seria a Dóris porque ela maltratava os avós e todo mundo vibrou quando ela levou uma surra de cinto”, comenta Xavier.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio