Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Polêmica

Luciano Huck alfineta Eduardo Bolsonaro ao falar de Miriam Leitão no Domingão: “Covardemente atacada”

O filho do presidente ironizou uma tortura sofrida pela jornalista na época da ditadura

Publicado em 10/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Na edição deste domingo (10) do Domingão com Huck, Luciano Huck resolveu parabenizar a jornalista e comentarista política Miriam Leitão, que completou 69 anos de idade na última quinta-feira (7). O apresentador aproveitou para falar sobre uma polêmica envolvendo a profissional.

“Essa semana foi covardemente atacada nas redes sociais. Um mulher que foi torturada grávida durante o regime militar e tem gente que tem coragem de debochar dessa história. Mando meu beijo carinhoso para Miriam Leitão”, comentou o comunicador.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Miriam recentemente escreveu um artigo para o jornal O Globo intitulado ‘Única via possível é a democracia’, no qual afirma que o presidente Jair Bolsonaro é inimigo confesso da democracia. Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, reagiu.

Pelo Twitter, o deputado compartilhou um print do artigo e comentou “Ainda com pena da [um emoji de uma cobra]”. Vale lembrar que no período da ditadura militar, Miriam, grávida, foi presa e torturada. Em uma das ações, a jornalista foi colocada numa sala escura com uma cobra.

Veja:

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....