Jornalista americano fica chocado com pornografia em TV a cabo brasileira

Publicado há 4 anos
Por Philippe Azevedo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornalista Anderson Cooper, da CNN, se surpreendeu com o conteúdo da TV paga brasileira durante sua passagem no Rio de Janeiro, para assistir a Olimpíada Rio-2016.

“Eu não tinha TV em casa e peguei uma para as crianças assistirem [aos Jogos]”, revelou Cooper, que tem uma casa na Bahia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, ele teve uma grande surpresa ao se deparar com um conteúdo de sexo explícito. “Os canais 220, 221, 223 tinham transmissão da Olímpiada. Depois vinham canais religiosos, com pastores, padres e freiras falando. E, tipo, cinco canais depois apareciam quatro canais de pornô explícito”, conta.

“Eu ficava incrivelmente ansioso sentado no sofá e observando as crianças mudarem de canal. O assustador era que o guia de programação surgia na tela antes da imagem com nomes como Anal Aventura ou Obrigado, Orgasmo”, relatou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio