Internautas lamentam o fim da Loading e profissionais expõem os bastidores da demissão

O canal demitiu cerca de 60 pessoas e passa a exibir apenas reprises

Publicado em 27/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma notícia trágica pegou muita gente de surpresa na tarde desta quinta (27). O canal Loading encerrou suas produções inéditas e ao vivo, culminando na demissão de mais quase 60 profissionais.

De acordo com o UOL, o executivo Anderson Abraços reuniu os colaboradores em uma reunião on-line para anunciar que o principal patrocinador, a Kalunga, deixou o projeto. Com isso, foi decretado o fim do canal, que passará a exibir reprises de animes e programas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O fato acontece menos de seis meses do lançamento da empresa, que iniciou as atividades dia 7 de dezembro de 2020, na mesma frequência da antiga MTV Brasil. Com uma proposta diferente, a programação da emissora era focada em cultura pop, e-sports, games e conteúdo jovem e alternativo.

Logo que o fim da Loading foi anunciado, o assunto começou a repercutir nas redes sociais. No Twitter, está entre os assuntos mais comentados, com muitas lamentações dos telespectadores, críticas à empresa Kalunga e exposições dos bastidores da demissão, feitas por antigos profissionais do canal.

De acordo com um repórter do programa Multiverso, a notícia foi dada às 17h, uma hora antes da atração entrar no ar. Segundo o rapaz, foi algo totalmente inesperado.

Já o jornalista de e-sports, Chandy Teixeira, revelou que era questão de tempo para o fim do canal, já que o ambiente era tóxico e a direção despreparada. “Foi o ambiente mais tóxico que vivi na minha vida profissional. Uma diretoria perdida e com conceitos ultrapassados”, escreveu.

No Twitter, muitos fãs da emissora ficaram chocados com a notícia, principalmente com tantas demissões. Acompanhe a repercussão:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio