Fernando Grupo Casoto fala sobre como dependentes químicos famosos se reabilitam numa clínica especializada

Em locais acolhedores, os pacientes podem tratar as causas e os efeitos de seu vício em drogas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos problemas mais complexos de se enfrentar é a dependência, independentemente de qual for o tipo. Mas contamos, no Brasil e no mundo, com diversos exemplos de famosos que vemos no dia dia nas telas da televisão que se recuperaram dos vícios, e que são inspiradores.

Afinal de contas, por mais que estejam sob os holofotes, as celebridades são seres humanos como quaisquer outros. A propósito, o fato de estarem constantemente sendo perseguidos por paparazzi e fãs também pode ser um elemento que ajuda a desencadear transtornos psiquiátricos como a dependência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fernando Grupo Casoto (Divulgação)

A boa notícia que Fernando Grupo Casoto traz é que, com o tratamento adequado em suas opções clínicas de reabilitação, é possível vencer esse problema mesmo sendo uma pessoa famosa, cuja vida acaba noticiada pelos meios de comunicação. Ele ainda cita alguns exemplos de celebridades que enfrentaram este problema.

Fábio Assunção

O ator Fábio Assunção já foi assunto até mesmo de letra de música, onde começou a tratar o seu vício em drogas em 2008, entrando para o Alcoólicos Anônimos. Em 2017, o ator foi preso depois de estar visivelmente alterado. Em entrevistas, o ator já falou que a sua relação com a droga está controlada agora.

Lindsay Lohan

Lindsay Lohan (Instagram)

A atriz, em 2010, teve os seus problemas com drogas expostos. Depois de ser presa dirigindo alcoolizada, exames demonstraram que ela estava fazendo uso também de anfetamina, o que fez com que Lindsay precisasse ser internada compulsoriamente em uma clínica de recuperação.

Lindsay Lohan mudou diversas vezes de clínica, mostrando publicamente a sua batalha para se livrar do vício. Depois de alguns anos, a atriz participou de um reality show em que mostrava o seu trabalho comunitário depois de sair da clínica de recuperação.

Walter Casagrande

Walter Casagrande no Domingão do Faustão (Reprodução/TV Globo)

Walter Casagrande já encontrou problemas com a dependência química nos anos 1980 quando era jogador de futebol. O vício esteve presente na sua vida por boa parte dos anos seguintes. Depois de ter um acidente de carro em 2007 por conta de uma overdose, o atual apresentador foi internado em uma clínica compulsoriamente.

Desde então, Casagrande tenta se manter sóbrio, dando palestras em que fala da sua luta contra o vício. Ele participou também de uma série falando sobre o assunto, onde ainda tem muito medo de sofrer recaídas.

Charlie Sheen

Jon Cryer e Charlie Sheen em Dois Homens e Meio (Divulgação/SBT)

Charlie Sheen luta contra o alcoolismo desde muito novo, além de ter problemas com vício em pornografia. Em 2010, o ator foi internado por conta do uso de entorpecentes. Mesmo declarando que a droga quase o levou à morte, ele continuou fazendo uso por mais anos, demorando para assumir os seus problemas com álcool e outras drogas.

Fernando Grupo Casoto complementa citando o exemplo do jornalista Leo Dias, que tem falado publicamente sobre a sua situação com o vício de drogas, além das suas tentativas de ter uma vida sóbria.

Além dele, outros famosos assumiram publicamente que são dependentes químicos, com o público conseguindo observar a sua luta para se verem longe dos vícios e continuarem com os seus trabalhos.

Nos Estados Unidos, também existem diversos atores famosos que falaram sobre os seus problemas com vícios, como é o caso de Michael Douglas que tem problemas com sexo. Lindsay Lohan já foi vista também tendo diversos problemas com álcool e drogas, procurando ajuda em clínicas de reabilitação.

Fernando diz ver em diversas unidades às quais faz visitas diversos famosos dependentes químicos demonstrando a sua luta contra a dependência química. Muitos passam por clínicas de recuperação para conseguir ter maior controle de suas vidas.

As clínicas de recuperação têm um papel muito importante para conseguir desintoxicar o organismo e oferecer o apoio terapêutico para uma vida longe da droga.

Através da internação, afirma Fernando, os pacientes “famosos” podem receber as orientações em um local seguro e acolhedor, trabalhando na terapia os motivos que os levaram a usar drogas e como podem ter uma vida depois da internação.

Saiba mais sobre Fernando Grupo Casoto através de seus canais oficiais:
https://www.instagram.com/fernando.grupocasoto/
https://www.facebook.com/grupocasoto/
https://www.grupocasoto.com.br/
WhatsApp: (11)94797-6909

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio