Eurico Miranda, polêmico dirigente que já peitou a Globo, morre aos 74 anos

Publicado há 2 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-dirigente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, morreu após luta contra um câncer no cérebro aos 74 anos no Rio de Janeiro. O velório será na capela de São Januário a partir das 18h desta terça-feira. O enterro está marcado para a tarde desta quarta-feira (13) e reservado somente aos familiares. Polêmico, Eurico também é lembrado por provocar a Globo em 2000, na final da Copa João Havelange.

Na remarcação da partida em 18 de janeiro de 2001, o time carioca entrou em campo com o logotipo do SBT estampado na camisa para atingir o canal que transmitia a final. Eurico deu essa propaganda de graça ao SBT.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Romario veste a camisa do Vasco com o logo do SBT (Divulgação)
Eurico Miranda e Romário vestindo uniforme com o logo do SBT (Divulgação)

Leia também: RedeTV! está interessada em comprar o canal Fox Sports

Para efeito de comparação, o site Globo Esporte informou no começo deste ano que o Corinthians renovou a venda do espaço publicitário nos uniformes dos jogadores para a Positivo por R$ 45 milhões. A final da copa de 2000 deu média de 31 e picos de 39 pontos de audiência – segundo dados da época, 60 milhões de televisores estavam ligados na partida.

Anos mais tarde, em 2017, durante entrevista à ESPN Brasil, Eurico Miranda disse que não repetiria o gesto de 2001: “Por acaso, foi uma coisa que deu. Eu não botei ESPN porque a ESPN não era concorrente da Globo. Eu estava magoado com uma série de situações, de não ter recebido, de ter disputado dois campeonatos – e acabei ganhando os dois, a Mercosul e o Campeonato Brasileiro. Não posso dizer que me arrependo das coisas, porque não seria justo. O que posso dizer é que, se fosse hoje, eu não faria. Mas não me arrependo.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais