Esquenta! estreava há sete anos

Publicado há 3 anos
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 02 de janeiro de 2011, a Globo estreava o programa Esquenta!. Apresentada por Regina Casé, a atração entrou no ar com a proposta de ser um programa de auditório com uma pegada popular, dando vez e voz à periferia, e abrindo espaço para debates e atrações musicais, principalmente samba, pagode e funk.

Esquenta! nasceu como um programa especial de verão da Globo. A ideia era levar o espírito popular característico de Regina Casé em um programa alegre e capaz de fazer uma festa de início de ano, preparando o terreno para o fim das férias e o Carnaval. Além disso, a atração servia para preencher a grade dominical, que era ocupada pelo humorístico Os Caras de Pau, que entrava em férias neste período do ano. Tanto o projeto era de ser apenas para a temporada de verão, que o primeiro nome cogitado para o programa era Regina de Janeiro, Fevereiro e Março, parodiando a música Aquele Abraço.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rebatizado como Esquenta!, o programa estreou com uma escola de samba do Rio de Janeiro convidada, que levava sua bateria, sua velha guarda, sua rainha de bateria e suas passistas a cada domingo. Além disso, passaram pela roda de samba do Esquenta! Alcione, Jorge Aragão, Belo, Dona Ivone Lara, Dudu Nobre, Diogo Nogueira, entre outros. Mas o programa era eclético e também foi palco para apresentações de Caetano Veloso e Maria Gadú, Fernanda Abreu, Maria Bethânia, Marcelo D2, Gilberto Gil, Pixote, Mart’nália, Martinho da Vila, Grupo Molejo, Grupo Sorriso Maroto, Preta Gil, entre outros. O programa também contava com um elenco fixo, formado por Arlindo Cruz, Preta Gil, Mumuzinho, Victor Sarro, Fabio Porchat, Péricles, entre outros.

Em meio a essa mistura, Regina Casé ainda entrevistou os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, que brincou sobre sua aposentadoria, e Fernando Henrique Cardoso, com quem trocou ideias sobre a descriminalização das drogas, além da ex-ministra e candidata à presidência Marina Silva, que contou a história de sua vida e falou sobre o meio ambiente.

A mistura deu certo e elevou os índices de audiência da Globo no horário. Animada com o bom resultado, a emissora lançou, em dezembro daquele mesmo ano, a segunda temporada do Esquenta!, com um mês a mais. Também funcionou e, em dezembro de 2012, o Esquenta! retornou para sua terceira temporada, e já com a proposta de se tornar uma atração fixa na grade. Assim, ao longo de todo o ano de 2013, Regina Casé seguiu recebendo convidados e promovendo rodas de samba e discussões nas tardes de domingo da Globo. Esta temporada só se encerrou em dezembro de 2013, quando foi substituída pelo humorístico Divertics.

Em abril de 2014, o Esquenta! retornou para mais uma longa temporada. O programa de Regina Casé seguiu direto até o final de 2015. O longo tempo, claro, fez com que a fórmula se desgastasse, e o programa foi perdendo fôlego na guerra de audiência dominical. Isso fez com que, no final de 2015, a direção da Globo resolvesse voltar a fazer do Esquenta! um projeto de temporadas menores. Assim, em 2016, o espaço do Esquenta! foi ocupado por outros projetos, como o The Voice Kids, Superstar e Tamanho Família.

A atração retornou apenas em outubro de 2016, com uma proposta mais itinerante. Regina Casé passou a assistir ao Esquenta! em vários lugares do país, trazendo diferentes personagens que repercutiam as discussões do que acontecia no palco. Entretanto, a nova fórmula não funcionou e foi decretado o fim definitivo da atração no final daquele ano.

Leia também:

Há 21 anos, Globo exibia o último Réveillon do Faustão

Veja trecho do Esquenta!:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio