Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
princesa

Entenda a morte trágica e precoce de Leopoldina, retratada em Nos Tempos do Imperador

Mãe de quatro filhos, a caçula de Dom Pedro II faleceu em 1871

Publicado em 05/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Nos Tempos do Imperador está retratando a vida de Dom Pedro II (Selton Mello) e sua família. Leopoldina (Bruna Griphao), a filha caçula do monarca, também compõe a história escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson. Na primeira fase, o público pode conhecê-la criança, e na segunda e atual, ela em sua adolescência.

Antes de se tornar uma mulher adulta, inclusive, Leopoldina se casou com Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota, mais conhecido por Augusto na novela das seis. A cerimônia aconteceu em 1864, quando tinha 17 anos.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Logo depois da união selada vieram os filhos do casal, apesar da primeira gravidez não ter ido para a frente. O primeiro que veio ao mundo foi o herdeiro ao trono, Pedro Augusto, sucedido por Augusto Leopoldo e José Fernando. O quarto e último filho do casal, o príncipe Luís Gastão, nasceu na Áustria.

Doença de Leopoldina

Instalada definitivamente em Viena, capital austríaca, Leopoldina vivia pelo marido e pelos filhos. Foi quando, aos 23 anos, começou a apresentar sintomas do que parecia ser febre tifoide. A doença, transmitida por água contaminada, afetou a cidade toda e nem mesmo a princesa ficou livre.

O ano era 1871 e, além da febre alta, Leopoldina também foi acometida por manchas características na pele e problemas intestinais, que a levou a um quadro grave de desidratação e fraqueza.

De acordo com registros históricos, a filha mais nova de Pedro II passou cerca de 30 dias convalescendo, sendo que nos últimos começou a delirar e ter convulsões. Em fevereiro do mesmo ano Leopoldina faleceu, tendo o seu corpo enterrado na Alemanha, mais precisamente no mesmo local de Santo Agostinho.

Ainda não se sabe se a trágica e precoce morte de Leopoldina fará parte da história contada em Nos Tempos do Imperador. Na fase atual, a moça está conhecendo melhor seu pretendente, Augusto, por quem já está fortemente apaixonada, apesar dela não ter paciência com sua sogra. Ao mesmo tempo, a novela retrata agora o estopim para a Guerra do Paraguai, em 1864, ou seja, sete anos antes da morte de Leopoldina.

Leia também: Nos Tempos do Imperador: Gastão ou Augusto? Saiba quem foi o marido da princesa Isabel

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....