Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deus Salve o Rei: Rei Otávio decide mandar seu exército ocupar o Vale dos Laios em Artena

Publicado em 26/04/2018
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, o rei Otávio (Alexandre Borges) não aceitará a decisão do conselho da Cália de acatar a denúncia da rainha Catarina (Bruna Marquezine), para fazer com que o acordo entre ele e Rodolfo (Johnny Massaro) de ter cedido parte das terras de Artena em troca de Afonso (Romulo Estrela), fosse anulado. Otávio que acabará ficando sem nada nas mãos, moverá seu exército para as terras de Artena, agindo contra a decisão final do conselho.

Veja também: Saulo descobre que Selena é bruxa e Agnes apaga a memória do rapaz

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Sentado em seu trono, Otávio está ao lado de Aires, seu conselheiro real, um chefe da guarda, que ostenta em seu uniforme uma insígnia que identifica a Lastrilha, por ali também alguns nobres do reino e durante a reunião ele comenta o quanto está indignado com a decisão do conselho da Cália de interferir em seu acordo com Rodolfo. “Nunca fui tão humilhado em toda a minha vida. Dei minha palavra a Rodolfo, cumpri minha parte no acordo – entreguei Afonso ao irmão – e agora saio de mãos vazias?! E por causa de um ataque de histeria da rainha Catarina! Isso não vai ficar assim.”, afirma.

Veja também: Afonso terá luta com Constantino na pedreira

Todos os presentes ficam impressionados com o quanto Otávio parece irritado. “Para o inferno o Conselho!”, diz em alto tom. “Não precisamos daqueles reis idiotas ditando o que é certo ou errado, Aires. A região de Artena está desguarnecida desde o fim da guerra.”, continua. Aires confirma ao rei que de fato não há soldados de Montemor ocupando aquela região de Artena e Otávio afirma ao chefe da guarda da Lastrilha que seus soldados então irão ocupá-la.  “Você me conhece bem, Aires. Não costumo apelar para a força, mas se ela for necessária para garantir o que me é de direito… então é isso que farei. O Vale de Laios será meu.”, conclui Otávio.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....