“Cruza a linha da psicopatia”, diz Daniel Dantas sobre personagem em Um Lugar ao Sol

Ator não vivia vilões desde Ciranda de Pedra, em 2008

Publicado em 13/11/2021 19:43
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um Lugar ao Sol traz de volta uma faceta pouco explorada por Daniel Dantas na telinha: a de antagonista. Longe das vilanias desde 2008, quando viveu Natércio no remake de Ciranda de Pedra, o astro de 67 anos volta a experimentar o sabor da falta de escrúpulos como Túlio, da trama de Lícia Manzo.

O Túlio é o psicopata que o capitalismo fundamentalmente quer que a gente seja. Um cara estimulado o tempo todo pela ganância, que só sabe pensar em si e nunca no outro. Ele não tem a menor ideia de o que seja empatia“, analisa Dantas, em entrevista ao jornalista Daniel Farad no portal Notícias da TV.

Mau caráter ao extremo, o marido de Rebeca (Andrea Beltrão) não perde uma chance de desviar dinheiro dos negócios do sogro, Santiago (José de Abreu). Para isso, ele conta com a ajuda de sua amante Ruth (Pathy Dejesus), engenheira ligada à companhia e também louca por dinheiro ilícito.

Nos próximos capítulos de Um Lugar ao Sol, Túlio se voltará conta Christian (Cauã Reymond) – que está se passando por Renato (Cauã Reymond) – quando este lhe ‘roubar’ a presidência da rede de supermercados de Santiago. “Ele não só beira como às vezes também cruza a linha da psicopatia“, define o ator.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio