Claudia Raia revela brigas e vingança contra diretor de A Favorita

A famosa disse ter enfrentado alguns desentendimentos com o profissional

Publicado há 8 dias
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último dia 15, foi lançado o Sempre Raia Um Novo Dia, livro de memórias de Claudia Raia. Na obra, a famosa revela que teve desentendimentos com Ricardo Waddington no período que foi dirigida pelo profissional em A Favorita (2008).

Segundo Carla Bittencourt, do jornal Extra, a atriz afirma na obra que durante o enredo das 21h de João Emanuel Carneiro, o diretor não gostava da forma como a famosa interpretava a personagem Donatela e queria uma atuação mais minimalista, como era realizado por Patrícia Pillar, que fez a vilã Flora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Então, é melhor você chamar outra atriz porque não foi isso que você combinou comigo. Você me pediu para fazer uma mulher rude”, rebateu Claudia a Waddington, segundo o livro. A veterana declarou que chegou a chorar após ouvir “um monte de coisas” do diretor.

Irritada, Raia, decidiu esconder os óculos do profissional. “Ficou três horas procurando, sem poder dirigir. Ele me pediu desculpa diante de todos, devolvi os óculos, a temperatura baixou, criamos uma ponte e acabou tudo em amor”, garantiu Claudia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais