Na quarentena, Zeca Pagodinho curte as novelas do Canal Viva

Sambista ainda elogiou Mariana Ximenes em Chocolate com Pimenta

Publicado há um mês
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quarta-feira (1º), o Conversa com Bial exibe entrevista do cantor e compositor Zeca Pagodinho, que conta estar há mais de 90 dias em casa, mantendo o isolamento social e sem receber nenhum tipo de visita.

Para surpresa de Pedro Bial, Zeca confessa ter encontrado na televisão, em particular em antigas novelas, um passatempo. “Eu fico no Canal Viva, assistindo novela. Assisto O Clone, Brega & Chique e depois Chocolate com Pimenta, com a Mariana Ximenes, que é uma graça.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Zeca Pagodinho também relembra parte de sua trajetória profissional e o significado do samba em sua vida: “Eu vivo disso e para isso, desde novinho. Na minha casa sempre foi assim“.

Apesar da falta que sente do mundo fora de sua casa, o sambista não perde o bum-humor e conta que precisou encontrar novas distrações, durante este período. O também sambista troca impressões sobre a sua nova realidade e as relações familiares. “Hoje minha filha cortou o meu cabelo e fez a minha unha“, diz.

Ele ainda fala sobre as novas atividades que descobriu durante o período em casa e a saudade que sente de fazer shows. No programa de hoje, Pedro Bial também fala com Eliza, filha do cantor.

Durante a entrevista, Zeca Pagodinho fala que sempre gostou de sair e de  jogar conversa fora, mas que precisou se adaptar, nesses tempos de pandemia. “Tem dia que eu acordo muito triste. Eu moro de frente para o mar e não vejo mais ninguém na rua. Está tudo parado. Ainda bem que eu aprendi a falar no telefone por vídeo“, afirma o cantor, referindo-se às videochamadas.

Com mais de 20 discos gravados e considerado por muitos como um dos maiores sambistas do Brasil, Zeca diz estar sentindo falta do público e dos dias de trabalho, apesar do grande sucesso que fez em sua live, em maio: “Eu estou com saudade do show, dos aplausos e dos sorrisos.

Sobre os artistas com quem teve a oportunidade de dividir o palco, ele não esconde a gratidão: “Eu nunca imaginei que seria parceiro do Martinho (da Vila). Fiquei pensando aqui com quanta gente já gravei, até com o Cauby Peixoto, Marieta Severo, Chico Buarque. Rapaz, quanta gente.”
 

Na conversa de hoje, também participa Eliza, a filha do cantor. Questionada se já tinha passado tanto tempo em casa com o pai, ela responde revelando o lado amoroso de Zeca Pagodinho: “Eu só saí da casa do meu pai depois que eu casei, em 2016. Mas assim, casei e continuo aqui porque ele não me deixa levar meu filho. A gente até briga as vezes. Ele fala: ‘Ah, você vai levar o meu neto, eu vou passar mal, vou ficar triste‘”.

E Zeca rapidamente responde: “E vou mesmo!’, não escondendo a próxima relação que tem com a criança, de 10 anos, a quem chama de “filho-neto”. “Ele não me deixa ir embora”, brinca Eliza. O Conversa com Bial vai ao ar de segunda a sexta-feira, após o Jornal da Globo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais