Agnaldo Timóteo fala sobre álbum que homenageia Cauby Peixoto e dá opiniões polêmicas no Programa do Porchat

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dono de uma voz poderosa, Agnaldo Timóteo chega aos 80 anos sem dar margem à aposentadoria na música. Tanto que acaba de lançar o álbum “Obrigado, Cauby”, o 73º de sua carreira, que homenageia o cantor Cauby Peixoto, morto no ano passado. Em conversa com Fábio Porchat, no Programa do Porchat que vai ao ar hoje, dia 10/05, Timóteo fala da admiração que sempre nutriu pelo artista responsável por sucessos como “Conceição”.

Ele, que já foi deputado federal e vereador do Rio de Janeiro e também vereador da capital paulista, ainda faz comentários sobre o atual cenário da política brasileira e elogia polêmicos políticos, como Fernando Collor e Paulo Maluf. Sobre este, diz: “A verdade é que eu nunca vi o senhor Paulo Maluf como nada menos que um monstro de administrador. Isso ninguém pode negar a ele, nem aqui em São Paulo nem no Brasil”. Já sobre o ex-presidente, atual senador pelo Estado de Alagoas, ele afirma que Collor abriu o Brasil para o mundo. “Quando defendi o Collor, eu o defendi veementemente, que foi o presidente mais audacioso que este país já teve.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante o bate-papo, Timóteo ainda se diverte com o humorista Rogerio Morgado, que faz uma hilária imitação dele.

Programa do Porchat é exibido de segunda a quinta-feira na Record TV, à 00h15, com direção de Diego Pignataro e produção da Eyeworks.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio