Luísa Marilac afirma que foi orientada pela produção do Superpop a tirar Agnaldo Timóteo do armário

A história estourou por meio do jornalista Felipeh Campos

Publicado em 10/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Luísa Marilac, conhecida por eternizar um dos maiores memes da internet, aproveitou uma declaração de Ronaldo Esper para fazer uma revelação sobre os bastidores do Superpop, programa de Luciana Gimenez na Rede TV!.

Em seu Instagram, a moça confessou que a produção do programa a orientou a dizer ao vivo que Agnaldo Timóteo era gay.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nunca tive problemas com a Luciana, sempre foi simpática e me tratou bem. Mas, em um dos programas, a produção falou para mim o seguinte: ‘Você tem que falar que o Agnaldo Timóteo é viado’“, lembrou.

Luísa afirma que não aceitou a “missão” e ficou a cargo de Felipeh Campos soltar a “bomba”. “Estava eu e Felipeh Campos. Eu falei que não ia falar, porque quem tinha que se assumir era ele. Acabou que o Felipeh falou e o Agnaldo negou”, disse, lembrando o fatídico episódio em que o jornalista supõe que o cantor é homossexual.

Curiosamente, o presidente Jair Bolsonaro, que na época era deputado, participava da atração. Agnaldo ficou bravo com a afirmação de Felipeh e negou, mas o vídeo viralizou nas redes sociais.

De acordo com a comunicadora, é comum a produção do Superpop instigar os convidados a soltar declarações polêmicas durante a atração.

“Então, existe, sim, essa orientação da produção do que você tem que falar. Acredito no Ronaldo Esper. Acabou que no livro dele, o Agnaldo assumiu ser gay, no final das contas. Mas não cabia a mim tirar ele do armário. Ninguém tem que obrigar ninguém a sair do armário, nem por mídia”, ressaltou.

Entretanto, os comentários de Luísa não agradaram Timotinho, sobrinho de Agnaldo, e a família do artista, que faleceu recentemente devido a complicações da covid-19.

“A família de Agnaldo Timóteo acha desnecessária a conduta de Luísa Marilac. Eu, Timotinho, sobrinho e assessor tenho uma boa relação com a produção do Superpop, apresentado por Luciana Gimenez, e o levei várias vezes ao programa. Peço que respeite a memória de Agnaldo Timóteo. Respeitem a sua família e a sua história na música e na política. Não será após o seu falecimento que vamos expor a sua vida”, disse o assessor ao jornal O Dia.

Relembre o episódio:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio