5 vezes em que o Rock foi exaltado nas novelas

Várias produções deram destaque para o aclamado gênero musical

Publicado em 13/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dia 13 de julho é comemorado o Dia Mundial do Rock. O estilo musical amado e idolatrado por uma legião de pessoas marcou presença em diversas novelas, sobretudo quando se trata da trilha sonora.

Além disso, algumas tramas foram além e deram um espaço especial para o gênero, com personagens, bandas e cenários marcantes. Relembre cinco momentos em que o Rock foi exaltado na dramaturgia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rock Story

A recente trama de Maria Helena Nascimento prestou uma grande homenagem ao estilo musical por meio do protagonista Gui Santiago, vivido por Vladimir Brichta.

Na história, ele tenta se reerguer na carreira após perder espaço para o astro pop Léo Régis (Rafael Vitti) e ser abandonado pela esposa, Diana (Aline Moraes). Com a ajuda de Júlia (Nathalia Dill), uma moça misteriosa por quem se apaixona, ele começa a ter êxito.

Além de voltar aos palcos, ele se torna o mentor da banda 4.4, formada pelo filho que ele não sabia que tinha, Zac (Nicolas Prattes). Além do cenário musical, a trilha sonora da novela contou com grandes clássicos, como a canção de abertura, Dê um Rolê, na voz de Pitty.

Gui Santiago (Vladimir Brichta) em gravação de prêmio de música de “Rock Story”.

Tempos Modernos

A obra de Bosco Brasil exaltou um dos cartões postais da cidade de São Paulo: a Galeria do Rock, localizada no centro da cidade. O local serviu de cenário e gerou conflito na trama.

Logo no início da história, o empresário Leal Cordeiro revela seu desejo de demolir a Galeria para dar lugar a mais um de seus enormes prédios. Para evitar a compra e a construção, ocorrem diversas manifestações encabeçadas por Ramon Piñon (Leonardo Medeiros), um roqueiro cheio de atitude.

Os filhos de Ramon foram batizados em referência ao estilo musical: Led (da banda Led Zeppelin), vivido por Guilherme Leicam; e Janis (de Janis Joplin), papel de Aline Peixoto.

Leonardo Medeiros em Tempos Modernos (Reprodução/Globo)

Vamp

A cantora, vampira e protagonista Natasha agitou a inesquecível novela de Antônio Calmon, um clássico dos anos 1990. A personagem de Cláudia Ohana se destacou em diversas apresentações e “vendeu a alma” para o Conde Vlad (Ney Latorraca). Para se livrar da maldição, ela decide se livrar do vampirão, uma missão quase impossível.

Além do clima soturno e divertido, a trilha sonora contou com grandes hits do Rock, como o tema de Natasha: I Remember You, sucesso da banda Skid Row.

Ney Latorraca e Cláudia Ohana como Vlad e Natasha em Vamp (Divulgação / Globo)

Sol Nascente

O bar Rota 94, propriedade de Lenita (Letícia Spiller) e Ralf (Henri Castelli) reunia a paixão por motos e Rock. Os personagens se inspiravam no gênero para compor um visual alternativo e diferenciado.

Letícia, inclusive, soltava sua voz para fazer shows e apresentações no local. Sua personagem interpretava uma série de clássicos nacionais e internacionais do estilo musical. Um núcleo bem divertido que agitou a novela de Walther Negrão Suzana Pires e Júlio Fischer.

Lenita (Letícia Spiller) e Ralf (Henri Castelli) em Sol Nascente (Reprodução/Globo)

Malhação (2004)

Impossível não lembrar da grande temporada da Vagabanda de Malhação, que foi ao ar entre 2004 e 2005. A edição marcou uma geração, considerada uma das melhores da novelinha teen.

O grupo formado por Gustavo (Guilherme Berenguer), Natasha (Marjorie Estiano) e Catraca (João Velho) era um dos destaques da história e embalou a trama com muitos hits.

O sucesso foi tanto que Marjorie lançou um disco após o bom desempenho na produção, que contava ainda com várias canções do Rock nacional na trilha sonora.

A clássica Vagabanda, de Malhação (Reprodução/Globo)

Outros bons momentos do Rock nas novelas: A Viagem, com a banda de Heavy Metal de Zeca (Irving São Paulo); Cambalacho, com Tina Pepper, personagem de Regina Casé inspirada em Tina Turner; O Beijo do Vampiro, com o roqueiro Bartô (Tato Gabus); Ti-ti-ti, com a desvairada Jaqueline (Claudia Raia), que monta uma banda de rock feminina no final da novela; A Favorita, com Augusto César (José Mayer); Caminho das Índias, com a headbanger ousada Inês (Maria Maya); De Corpo e Alma, com o gótico Reginaldo (Eri Johnson).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio