No Altas Horas, Débora Nascimento revela importância de Fábio Assunção em sua primeira cena na TV

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Débora Nascimento foi uma das convidadas do programa Altas Horas deste sábado (24). A atriz, que é casada com o também ator José Loreto, falou sobre o nascimento de sua filha. A beldade definiu ainda como será sua personagem em Verão 90, ao ser questionada pelo apresentador Serginho Groisman.

“A gente está trazendo sua família aos poucos aqui. O José Loreto veio há pouco tempo, e a próxima é a Belinha. Fizemos até um vídeo, que vamos te mostrar depois. Você vai estar em Verão 90, não é?”, perguntou. “Sim, vou estar em Verão 90, próxima novela das 19h.”, respondeu a atriz sobre a trama que se passará nos anos 1990.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Mel Maia é escalada para Dias Felizes, novela das 21h de Walcyr Carrasco

“Sim. Gisela. Ela é uma maluquinha. Uma doidinha, uma pobre menina rica”, definiu Débora Nascimento sobre a personagem. Ela relembrou sua primeira cena na televisão aos 16 anos de idade. “É verdade que quando você teve a oportunidade de fazer sua primeira novela, foi o Fábio Assunção quem te deu algumas dicas?”, perguntou o apresentador.

Primeira cena em novela

“Sim, a minha primeira cena foi com ele. Foi em Paraíso Tropical, de 2007. Faz um tempinho, foi na Bahia. Eu pensei ‘Nossa, estou na novela das 20h, consegui’. Viajamos para a Bahia, e logo na primeira cena, Fábio Assunção, direção do Dennis Carvalho. Eu estava nervosa, não passava uma agulha (risos). Fábio foi super carinhoso, super solícito. Eu errava e ele dizia ‘Calma, está tudo certo’. Um super ator, super profissional, tava ali para mim e nunca vou esquecer”.

Fábio que também estava presente na atração, disse também se lembrar desses momentos: “Com certeza. Ficamos na Bahia e a Débora estava tendo sua primeira experiência em televisão. Acho que você arrebentou. Você arrasou, sua carreira é linda. E fico feliz de ter acompanhado sua primeira vez. E não é fácil estrear num horário das 20h. Eu digo, porque também comecei numa novela das 20h, dirigida pelo Paulo Ubiratan chamada Meu Bem Meu Mal, então comecei com Lima Duarte, e uma turma veterana. Foi um grande desafio”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio