Filmes e séries

NOVA TEMPORADA

JÁ DISPONÍVEL

ENTREVISTA

10 anos após viver Félix, Mateus Solano faz balanço da importância do personagem para a TV: “Muito complexo, com muitas cores e camadas”

Ator também destacou que é reconhecido pelo público pelos papéis de Zé Bonitinho e os gêmeos Jorge e Miguel

Publicado em 16/11/2023

O ator Mateus Solano, de 42 anos, que interpretou o antagonista Félix na novela Amor à Vida abriu o jogo sobre a importância de seu personagem na trama de Walcyr Carrasco para a sociedade brasileira. Em entrevista ao site da jornalista Heloisa Tolipan, o artista relembrou com carinho a complexidade de interpretar um LGBT nas telinhas e destacou a identificação do público com as vilanias e a humanidade de Félix no decorrer da obra.

“O Félix foi um personagem muito complexo, com muitas cores e camadas, além de trazer questões tão importantes de aceitação e pertencimento de mundo que acho que são comuns a qualquer pessoa, independente de sofrer o preconceito que sofre [uma pessoa] o LGBTQIA+”, declarou o ator.

Mateus Solano também refletiu sobre a identificação do público com o qual seria o vilão da história e que a humanização de Félix foi conquistando a todos que acompanhavam a novela. “É muito interessante o que aconteceu nessa novela. Houve uma identificação geral com o personagem Félix no lugar mais podre do ser humano. E, também, no lugar mais solitário e incompreendido. Félix unia todos os nossos preconceitos e a nossa tendência maquiavélica com a nossa profunda inadequação nesse mundo. Foi muito interessante ver até o mais preconceituoso torcendo pelo beijo gay. E isso mostra a força, o tamanho e a profundidade com que a novela opera no público brasileiro”, analisou ele.

Ainda na entrevista, o artista confessou que, apesar de Félix ser o seu papel mais marcante na memória do público, ele ainda consegue ser lembrado por outros personagens em sua trajetória artística.

“A identificação [om o personagem Félix foi muito forte e ele também tinha muito humor, mas não percebo que sou lembrado apenas por ele. Muita gente vem me falar de Zé Bonitinho, dos gêmeos Jorge e Miguel e algumas crianças trazem também uma paixão pelos personagens que fiz em produções das 19h”, completou Mateus Solano.

© 2023 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade