Sonho Meu consolida faixa de novelas infantojuvenis do Viva

Canal acerta com novelas de temática familiar na hora do almoço

Publicado em 12/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das novelas de maior sucesso da faixa das seis da Globo nos anos 1990, Sonho Meu nunca mereceu uma reprise no Vale a Pena Ver de Novo. Mas o Viva fez justiça à aventura de Laleska (Carolina Pavaneli) e, anos depois, resgata a novela de Marcílio Moraes, que dá continuidade à bem-sucedida faixa de novelas do horário do almoço.

O Viva teve uma boa sacada ao abrir uma nova faixa com novelas de temáticas mais lúdicas. A experiência começou com Estrela Guia, exibida em 2019, e que foi substituída por Caça Talentos, novelinha infantil de Angélica. Porém, a história da fada Bela terminou em agosto de 2020 e não teve uma substituta. O que soou estranho, já que o horário parece bastante adequado para novelas mais doces.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Provavelmente, as experiências com Estrela Guia e Caça Talentos foram casos isolados, e não havia intenção de seguir com o horário. Mas alguma coisa mudou, pois cinco meses depois do fim de Caça Talentos, veio o anúncio do retorno de Era Uma Vez…, em janeiro de 2021. A novela de Walther Negrão fez sucesso ao narrar a saga da governanta Madalena (Drica Moraes), com ares de Noviça Rebelde.

Assim, a reapresentação de Sonho Meu veio como algo natural. A trama de 1993 é um novelão clássico, com cores infantis, e que traz a graciosa Carolina Pavaneli, que sofre horrores, mas encanta o público. É a sucessora perfeita de Era Uma Vez…, com grande possibilidade de manter o público da faixa.

Vem aí

Sendo assim, é bem possível que o Viva siga reapresentando novelas mais lúdicas, infantis ou jovens neste horário, de modo a manter um público familiar na hora do almoço. O Beijo do Vampiro (2002), trama tão desejada pelos fãs, se encaixaria muito bem ali, assim como Um Anjo Caiu do Céu (2001).

O cardápio da Globo tem boas opções de novelas de maior apelo junto ao público jovem, que provavelmente não seriam reprisadas em outros horários. Por isso, o canal acerta ao promover a manutenção deste horário, aumentando as opções para o público nostálgico.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio