Caio Paduan mostra o seu lado multifacetado em Verão 90

Publicado há um ano
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante a coletiva de imprensa de Verão 90, cheguei perto de Caio Paduan, um dos melhores atores dessa nova safra de artistas, e o desafiei: “Caio, eu aposto todas as minhas fichas em você”. Ele apertou a minha mão e seguiu o seu caminho. Acho que a resposta dele deve ter sido a seguinte: “pode apostar, pois vou dar o meu melhor”.

E não é que esse carioca, com alma paulista, fez o dever de casa direitinho?! Já que ele está brilhando no papel do filho mimado de Mercedes Ferreira Lima, a megera interpretada pela polivalente Totia Meireles, que também encontrou o tom de seu personagem em questão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Personagem de camadas

Quando li a sinopse da novela das sete, percebi que o filho caçula do clã dos Ferreira Lima tinha muitos elementos em um único personagem. Era uma espécie de arco-íris, que durante o decorrer da história, iria perdendo as cores. Até se tornar-se cinza. Quando percebi que esse rapaz mimado cairia nas mãos de Caio, fiquei tranquilo. Ele, é um ator vocacionado. Se dedicou e está mostrando quem é realmente esse riquinho carioca: um jovem que não teve amor de seus pais.

Bebendo em
outras fontes

Paduan é da mesma escola de Lima Duarte. Ele não emite um som pelos seus lábios, mas demonstra toda a angústia do personagem pelo olhar, e, desde o início da trama das sete, eu vi uma tristeza naquele playboy. Nesse reta final, iremos perceber que Quinzinho nada mais é que um pobre menino rico. E esse arco-íris, que eu mencionei, irá se tornar uma grande ave-fênix, já que ele renascerá do caos daquele família conturbada.

E, vale
ressaltar, esse foi um dos personagens mais difíceis que já passou na vida
desse jovem ator. Quinzinho poderia descambar para o caricato, mas Caio o
conduziu com maestria. E, por causa de sua bela atuação, não temos raiva de
Quinzinho e, sim, pena.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais