Globo exibirá sexta temporada de Vai que Cola

Programa irá ao ar nas madrugadas, substituindo Conversa com Bial

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo dá sequência à exibição de produções originais dos Canais Globo na TV aberta. Depois de Lady Night, Música Boa e Que História É Essa, Porchat? encontrarem vez na emissora, o humorístico Vai que Cola, original do Multishow, será o próximo a se livrar das amarras da TV fechada.

A sexta temporada de Vai que Cola ganhará uma exibição especial na Globo a partir do dia 21 de dezembro. A atração será exibida diariamente, logo depois do Jornal da Globo, cobrindo as férias do Conversa com Bial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A temporada mostra os tipos que vivem no Méier rumo a Praia Grande, litoral de São Paulo, para curtir alguns dias na casa de veraneio de Aurelina (Gorete Milagres), tia do motoboy Sanderson (Marcelo Médici). No entanto, todos se surpreendem com a notícia de que não poderão voltar tão cedo para o Rio de Janeiro, já que a pensão foi interditada devido à uma obra, e precisarão se reinventar para sobreviver na cidade.

Trazendo ainda mais confusão, Terezinha (Cacau Protásio) simula uma gravidez e a identidade do pai é um mistério. “Essa temporada que se passa em Praia Grande é muito especial porque trouxe um frescor para o programa. Os episódios são bem engraçados, com participações especiais, tenho certeza de que todos irão se divertir muito”, aposta Cacau Protásio, que celebra a estreia do programa na TV aberta após sete anos de sucesso no Multishow.

Intérprete de Sanderson, Marcelo Médici conta que a ideia de ambientar a temporada no litoral paulista partiu de lembranças de férias que passou em São Vicente, cidade próxima a Praia Grande.

“Contei muitas histórias sobre essas recordações nos bastidores, lembrava de muitos lugares e hábitos dos tempos que passei por lá. Minha tia tinha um apartamento de veraneio, e meu sonho era morar ali, de frente pro mar! O apartamento ficava fechado e sempre que a gente chegava tinha uma surpresa, um chuveiro queimado, uma geladeira que dava choque, uma torneira com vazamento, assim como acontece no programa”, revela o ator.

Rafael Infante, que vive Éricson, fala sobre a expectativa para a exibição na TV aberta. “Saber que esse programa que sempre fizemos com tanta dedicação será assistido por um número ainda maior de pessoas na TV Globo é maravilhoso. Quem já assistiu poderá curtir de novo, quem não assistiu vai se apaixonar e quem nunca ouviu falar vai ficar sabendo e terá a oportunidade de conhecer”, acredita o ator.

Matriarca da família Vai que Cola, Catarina Abdalla também recebeu a notícia de que o programa entraria na grade da TV Globo com muita felicidade. “Fiquei feliz demais tanto pelo programa quanto pela minha volta para o canal. É uma emoção!”, explica a atriz, que acredita que o humorístico fará sucesso com os telespectadores da TV aberta principalmente pela espontaneidade.

“O programa é feito de uma maneira muito dinâmica, e temos um elenco muito afinado, potente. Com o passar do tempo esse entrosamento foi só melhorando, nos divertimos cada vez mais. Nessa temporada estávamos com a corda toda, foi tudo muito alegre“, revela Catarina.

Luis Lobianco marca presença na temporada na pele do carteiro Reginel, que não desiste de conquistar Terezinha e vai ao seu encontro em Praia Grande. “Ele cai ali de paraquedas, mas logo é acolhido. Gosto de sentir que o meu trabalho está na boca do povo e é demais pensar no Vai que Cola sendo exibido na TV Globo, potencializando sua história”, empolga-se Lobianco.

Outro personagem também surge em Praia Grande em busca de seu grande amor: o cobrador de ônibus Zélio, que pega carona para ir atrás de Dona Jô. Paulinho Serra, que vive o personagem, diz que percebe a popularidade do programa até fora do país quando faz shows de humor. “Quando me apresentei nos Estados Unidos e no Japão percebi o quanto os brasileiros que moram nesses países curtem o programa. É muito importante que ele tenha um alcance ainda maior”, afirma o humorista.

Também integram a sexta temporada os atores Marcus Majella, como Ferdinando, Samantha Schmütz é Jéssica, aspirante à digital influencer, Emiliano D’Ávila como Máicol, namorado de Jéssica, Fiorella Mattheis na pele da trambiqueira Velna; Letícia Lima como a implicante Gabi do Lins, Aline Riscado vive a personal trainer Susan e o ator mirim e influenciador digital Isaac do Vine como o mascote Valdinho. Alexandre Porpetone estreou na temporada para interpretar Bruno Surfistão, um duvidoso guia e surfista local.

Entre as participações especiais, estão previstas para ir ao ar na TV Globo os programas com a presença da atriz Gorete Milagres, das cantoras Iza e Paula Fernandes, e do ator mexicano Édgar Vivar, intérprete do célebre Sr. Barriga do seriado Chaves.

Vai que Cola irá ao ar na TV Globo a partir de 21 de dezembro, após o Jornal da Globo. A sexta temporada do humorístico tem direção de César Rodrigues, João Fonseca, Regis Faria e Aaron Salles Torres.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio