Exclusivo

Tamires celebra futebol feminino na TV e planeja ser comentarista esportiva: “Vou à próxima Copa”

Coluna Paulo Pacheco entrevista jogadora da Seleção e do Corinthians na ação Álbum do Futuro, da Rexona

Publicado em 25/08/2023

A Copa do Mundo feminina de futebol terminou com o Brasil longe do título, mas apesar do desempenho ruim a Seleção teve conquistas históricas fora de campo, como a transmissão na TV e em outras plataformas, sempre com grande audiência. Somente na Globo e no SporTV, a nona edição do Mundial foi vista por 63,2 milhões de brasileiros. A publicidade também se interessou pelas jogadoras. A lateral Tamires, por exemplo, fechou campanhas com a Rexona.

A coluna entrevistou a jogadora em uma das ações da marca, o Álbum do Futuro, em banca instalada em um shopping na Avenida Paulista. Tamires conheceu meninas que se inspiram nela para jogar bola e puderam criar figurinhas com seus rostos durante a ativação. O engajamento do público e da mídia em torno da modalidade emociona a jogadora.

“Tivemos tantas [jornalistas] mulheres acompanhando lá da Austrália e as emissoras daqui, toda essa atmosfera gostosa que se tornou, O produto que o futebol feminino virou não se via cinco anos atrás, é algo muito recente. Sabemos que há muitas coisas a serem construídas, e estamos construindo. Tudo isso me deixa muito orgulhosa, principalmente chegar aqui e ver o olhar das meninas brilhando, ver tantas que torceram e têm essa vontade de um dia vestir a camisa da Seleção Brasileira, de um dia estar representando o seu país e realizar o sonho de jogar em um grande clube”, comemora Tamires.

Para a craque, a participação da imprensa e da publicidade é fundamental para a popularização do futebol feminino nos próximos anos.

“O papel da mídia é super importante, um pilar de todo esse processo que a gente vem construindo. Com 12 anos, eu quase não via futebol feminino em nenhum lugar, seja na televisão, seja nos jornais. Sou de uma geração que quebrou muitas barreiras e preconceitos. Não conquistamos a Copa do Mundo, mas fora de campo construímos muitos sonhos, fizemos muito mais meninas acreditarem que isso é possível, que o futebol feminino se tornou cada vez mais uma realidade. Que em 2027 estejamos muito mais preparadas não só fora, mas ainda mais fortes dentro de campo”, analisa.

Após o Mundial, o futebol feminino não sairá da TV. Neste domingo, Tamires atuará pelo Corinthians em partida contra o Santos, válida pela semifinal do Brasileirão Feminino, com transmissão da Globo.

Ex-jogadoras e atletas em atividade também despontaram como comentaristas. Alline Calandrini, Fran, Erika Cristiano e Gabi Zanotti participaram das transmissões na TV e no streaming. A própria Tamires experimentou a função na Copa do Mundo masculina, no Catar, pelo Grupo Globo. Ela admite o desejo de seguir nesta profissão após pendurar as chuteiras.

“Sei que isso faz parte dos meus planos. Tenho alguns sonhos e alguns objetivos no meu pós-carreira. Trabalhar com futebol feminino é uma certeza. Em 2027, não sei se vou estar dentro do campo, mas na Copa do Mundo eu vou estar de qualquer forma, seja fora do campo, seja comentando. De alguma forma, quero continuar fazendo parte dessa história que o futebol feminino vem traçando”, projeta.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.