Globoplay

Clássico absoluto da teledramaturgia brasileira, Irmãos Coragem deve encerrar Projeto Resgate em 2027

Tarcísio Meira e Glória Menezes encabeçam elenco de estrelas da novela mais antiga que consta do acervo da TV Globo

Publicado em 06/02/2024

Erick Brêtas deixou a diretoria de Produtos Digitais e Canais Pagos da Globo, conforme ele mesmo divulgou em suas redes sociais nesta segunda-feira (5) e foi igualmente informado pela empresa em nota à imprensa. Todavia, antes de sua saída o executivo, “pai” do Globoplay, deu uma ótima notícia aos noveleiros em geral no sábado (3), em sua conta no X, antigo Twitter.

Ao ser questionado sobre a possível entrada da primeira versão de Irmãos Coragem (1970-1971), de Janete Clair, entre as 28 produções selecionadas para o Projeto Fragmentos, que abarca títulos que possuem apenas entre dois e 20 capítulos preservados no acervo da TV Globo, Brêtas respondeu que a novela, clássico absoluto da nossa teledramaturgia, deve encerrar o Projeto Resgate, em 2027.

Tarcísio Meira e Glória Menezes como João e Diana em Irmãos Coragem (Divulgação/TV Globo)
Tarcísio Meira e Glória Menezes como João e Diana em Irmãos Coragem DivulgaçãoTV Globo

Dos 328 capítulos originalmente produzidos, Irmãos Coragem está preservada em um compacto de 133, que foi atração do matutino TV Mulher em 1981-1982 e deu origem a uma versão ainda mais compacta, de 20 capítulos, exibida em 1990, e ao box de DVDs lançado pela Globo Marcas em 2011, com cerca de 27 horas de arte. “É a sobrevivente mais antiga do acervo”, escreveu Brêtas.

Em junho de 2023, no mesmo Twitter, o executivo do Globoplay havia declarado que havia a possibilidade de disponibilizar na plataforma de streaming os compactos para DVD de Irmãos Coragem e Selva de Pedra (1972-1973), outra das obras de Janete Clair, lançados em 2011 e 2012, respectivamente: “Nesses casos os resgates seriam a partir dos DVDs, não das mídias originais”. Felizmente, nos meses seguintes a situação passou a ser outra.

Fica a esperança de que Selva de Pedra também possa integrar em breve o Projeto Resgate em sua versão de 76 capítulos, ante 243 originais, exibida em 1975 de forma providencial, para tapar o buraco deixado pela censura a Roque Santeiro, de Dias Gomes. Quem sabe não serão ambas as derradeiras obras clássicas do Projeto Resgate, que o fecharão com chave de ouro? É aguardar.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade