Mais emoções

Globoplay lança em 2024 o Projeto Fragmentos, com novelas incompletas do Acervo Globo

Quase 30 títulos dos anos 1970 e 1980 serão oferecidos aos assinantes a partir de janeiro

Publicado em 01/12/2023

Nesta sexta-feira (1), em painel realizado na CCXP23, o diretor de Produtos e Serviços Digitais e Cnais Pagos da Globo, Erick Brêtas, divulgou que já em janeiro de 2024 o Globoplay não apenas prossegue com os projetos Resgate e Originalidade em torno dos clássicos do Acervo Globo, como também inicia um novo: o Projeto Fragmentos.

Serão 28 títulos dos anos 1970 e 1980 resgatados a partir de janeiro, quando de cara surgem no catálogo da plataforma quatro deles: O Rebu (1974-1975), de Bráulio Pedroso; Estúpido Cupido (1976-1977), de Mário Prata; Chega Mais (1980), de Carlos Eduardo Novaes; e Coração Alado (1980-1981), de Janete Clair.

Infelizmente falta boa parte do conteúdo relacionado a essas novelas, apenas uma pequena quantidade de capítulos está preservada – entre dois e 20 -, o que configura sua presença no Projeto Fragmentos e não no Resgate. Também estiveram presentes Flavio Furtado (Gerente de Programação), Carolina Arca (Coordenadora de Programação) e das atrizes Christiane Torloni e Mariana Ximenes.

“Muitos de vocês pediram. Nós temos 28 títulos que estão incompletos. Em alguns casos, temos apenas um capítulo, sete, dez. Não é possível ter um arco completo da história, mas tem uma parte importante da história da telenovela que ainda pode ser contada com valor cultural, valor de acervo, valor da curiosidade e que faz parte da nossa vontade de ver como era uma novela daquela época. Então, vamos resgatar, em etapas, esses 28 fragmentos da nossa cultura, da dramaturgia brasileira”, disse Erick Brêtas.

De fevereiro de 2024 em diante, o Projeto Fragmentos passa a oferecer uma novela por mês. Já em relação ao Projeto Resgate, foi uma vez mais oficializada a chegada ao Globoplay de novelas como O Espigão (1974), de Dias Gomes, e Andando nas Nuvens (1999), de Euclydes Marinho, com estreia anunciada para 22 de janeiro no Canal Viva.

Outra novela que em 2024 retorna para os fãs é Beleza Pura (2008), de Andréa Maltarolli. No Projeto Originalidade, para o próximo ano o relançamento de Chocolate com Pimenta (2003-2004), de Walcyr Carrasco, e a versão integral de Terra Nostra (1999-2000), de Benedito Ruy Barbosa, lançada inicialmente no Viva e no Globoplay em versão internacional de 150 capítulos, contra os 221 originais.

Entre séries e minisséries, Queridos Amigos (2008), de Maria Adelaide Amaral, é título certo. Tudo isso, mais o de sempre e os recém-lançados canais fast Viva 70 e Viva 80, com 24 horas de exibição de sete obras ao todo, oferecem opções para todos os gostos. E viva a teledramaturgia!