Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Crítica

Sem Encrenca “original”, RedeTV! vive crise

Ângelo Campos, Tatola Godas, Dennys Motta e Ricardinho Mendonça fazem falta

Publicado em 22/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Até o ano passado, os baixos índices da programação diária da RedeTV! eram, de certo modo, compensados com uma noite de domingo forte. O humorístico Encrenca, então apresentado por Ângelo Campos, Tatola Godas, Dennys Motta e Ricardinho Mendonça, registrava excelente audiência para os padrões da emissora, mesmo concorrendo com pesos-pesados como Fantástico, Programa Silvio Santos e Domingo Espetacular.

Por isso, a saída do elenco original em direção à Band, onde atualmente comandam o Perrengue na Band, representou uma grande perda para a RedeTV!. Se o fôlego do canal já estava baixo, a debandada dos apresentadores de sua maior audiência se mostrou um baque difícil de recuperar.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Mas a RedeTV! não jogou a toalha, contratando um novo elenco para seguir com o Encrenca. Afinal, no passado, o canal criou o Encrenca justamente para suprir a ausência do Pânico, que também se mudou para a Band, e a aposta se mostrou certeira. O Encrenca cresceu no ibope, enquanto o Pânico caiu e acabou saindo do ar.

Porém, desta vez, a coisa não foi tão bem. Encrenca até manteve números aceitáveis em seu horário de exibição ao passar às mãos de Vinícius Vieira, Júlio Cocielo, Victor Sarro, Fernanda Keulla e Caio Pericinoto. Mas sucumbiu diante da estreia do Perrengue, que conseguiu arrematar boa parte de seu antigo público e fez o ibope da Band subir.

O fiasco do “novo” Encrenca se deu porque a RedeTV! tentou manter o programa com novos apresentadores, mas nos mesmos moldes de sempre. Ou seja, a atração nada mais é que um apanhado de vídeos da internet que são exibidos enquanto os apresentadores fazem comentários bem-humorados.

Houve até a tentativa do novo elenco de apostar em esquetes e sátiras, mas os “vídeos do zap” seguiram como o principal quadro da atração. Assim, no ar, eles ficaram parecendo um remendo mal costurado. Afinal, o elenco anterior tinha uma química incontestável, dando ao espectador a sensação de estar vendo uma conversa de amigos num bar. Tanto que a fórmula segue funcionando na Band.

Já a RedeTV! tinha um novo elenco em mãos que não se conheciam, e que tinham um projeto que não era para eles. Assim, ficou parecendo que eles tentavam copiar seus antecessores, mas sem o mesmo traquejo. O público percebeu e mudou de canal.

Com a má fase, já começam a circular informações de que a RedeTV! pretende extinguir o Encrenca e aproveitar o atual elenco numa nova atração, que ocupará o mesmo horário ainda este ano. Mas a emissora nega qualquer mudança neste sentido e garante a permanência do Encrenca na grade.

Porém, algo precisa ser feito. A RedeTV! vive uma fase extremamente inexpressiva. Assistir ao seu maior trunfo murchar sem tomar nenhuma providência parece uma péssima ideia neste momento de crise.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....