A Que Não Podia Amar tem segunda melhor estreia de sua faixa

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Que Não Podia Amar fez bonito em sua estreia ontem (segunda-feira, 8) no SBT. A trama mexicana produzida em 2011 debutou com média de 7 pontos, considerada boa para os padrões atuais do SBT. Não obstante, permaneceu na terceira colocação de sua faixa. Ficou atrás da Globo e da Record.

Ainda assim, a saga da enfermeira Ana Paula (Ana Brenda Contreras) teve o mérito de garantir a segunda melhor audiência de uma estreia desde a ativação da atual faixa de novelas. O que aconteceu em 2016, com a sexta exibição de A Usurpadora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A obra superou o debute das reprises de Teresa (6), Coração Indomável (5,6), Sortilégio (5,7), No Limite da Paixão (6,2), Rubi (6,5) e da própria A Usurpadora (4). O recorde absoluto dos lançamentos da faixa, por sua vez, segue pertencendo à inédita Que Pobre Tão Ricos (7,3). A qual, por outro lado, revelou-se um rotundo fracasso ao longo de sua exibição, com sucessivas derrotas para a Band.

Apesar do bom desempenho, A Que Não Podia Amar não foi a trama vespertina mais vista do SBT nesta segunda. Essa marca coube a Teresa, que, em seus últimos capítulos, anotou ontem 7,9 pontos. Já A Dona, ainda modesta, fez apenas 6,3. Destaque ainda para as noturnas As Aventuras de Poliana (12), Cúmplices de um Resgate (10,8) e A Garota da Moto (9,6).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio