Síntese do homem brasileiro na teledramaturgia, Lima Duarte é o homenageado nos 70 anos da TV brasileira

Ator tem de TV os 70 anos de atividade que o próprio veículo celebra, presente nele que está desde o primeiro dia

Publicado há 4 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele nasceu em Desemboque, Minas Gerais, em 29 de março de 1930. Filho de um boiadeiro e de uma artista de circo com habilidades mediúnicas, Ariclenes Venâncio Martins está presente no cotidiano do telespectador brasileiro desde o primeiro dia, 18 de setembro de 1950.

Ator, diretor, dublador, sonoplasta, intérprete de Shakespeare a Dias Gomes, de Guimarães Rosa a Janete Clair, Lima Duarte, o Ariclenes de Desemboque, consagrou-se como símbolo do homem brasileiro na teledramaturgia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em boa parte dos momentos mais importantes das nossas novelas, ele esteve presente. A primeira novela de todas? Ele foi seu vilão. A novela que modernizou o gênero e o influencia até hoje? Ele foi seu diretor e teve participação fundamental nessa modernização. A primeira novela colorida? Ele fez parte do elenco em papel de destaque.

O Vale a Pena desta semana, neste dia 18 de setembro em que se comemoram os 70 anos da TV brasileira, oferece ao público do Observatório da TV uma homenagem ao veículo na figura de um de seus maiores expoentes: Lima Duarte. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio