Nayara de Deus investe em conteúdo para a internet e fala sobre BBB, Tiago Leifert e Gleici

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aos 34 anos, Nayara de Deus tem apostado forte em conteúdo para a internet. A jornalista lançou neste mês, o seu canal no Youtube: “Apurando com Nayara de Deus”. Assuntos como moda acessível, estilo de vida e abordagens pertinentes do cotidiano sempre estarão em pauta.

Nayara tem sido presença frequente em palestras e eventos com o fim do seu contrato com a Rede Globo cinco meses após o Big Brother Brasil 18. Em entrevista ao Observatório E! da Rádio Trianon AM-740, Nayara de Deus contou detalhes de todo o processo até sua entrada na casa mais vigiada do país, analisou seus principais momentos na edição e, é claro, falou sobre Tiago Leifert, Globo e muito mais. Confira:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: No PlayPlus Marcos Mion comandará o aquecimento de A Fazenda; App ainda exibirá 24 horas do reality show

Os primeiros impactos da casa

“Chegou uma hora que eu nem acreditava mais que poderia ganhar”

“Era muita euforia. O processo de confinamento antes da casa estava sendo maravilhoso. Ficamos cerca de 12 dias descansando, presos dentro de um hotel sem poder sair do quarto, sem TV, sem nada. Perdemos a noção do tempo porque ninguém vem falar com a gente, então, ali já é um teste.”

“Para mim estava muito bom, só que, para outros deveria ser um inferno porque quando fomos para a casa era muito grito. As pessoas acordavam gritando. Não sei se tem muita necessidade de você acordar e ficar pulando na cama e gritando. Era tudo muito nessa base do grito. No terceiro dia eu já falei: “coitada de mim””.

Despreparo

“Eu nunca tinha assistido o BBB. Como eu já estava nesse processo antes do confinamento, no ano passado eu vi algumas coisas pela internet. No terceiro dia eu falei: “Não vou conseguir nada aqui, mas também não vou ser àquela ‘nega’ gatissima que saiu daqui sendo chamada de macaca para baixo”.

“Minha seleção foi através de olheiro”

“Essas questões de detalhes como a Prova do Anjo, eu não sabia, assim como a escala de comida. Eu não sabia que eu iria perder ponto no negócio por usar o utensílio do parceiro. Não sabia do Tá com Tudo e Tá com Nada. No jogo eu acabei ficando quatro semanas no Tá Com Nada.”

“Minha seleção foi através de olheiro e meu contrato com a Globo iniciou lá no hotel e durou seis meses. Não existiu nenhuma conversa após minha saída. Simplesmente o contrato se encerrou e eu segui.”

Relação com a Rede Globo e Tiago Leifert

“Tiago Leifert não vai com a minha cara”

“Você acha que eles querem que eu vá para lá? É claro que não. Primeiro que o Tiago Leifert não vai com a minha cara. A Globo nunca teve qualquer tipo de interesse ou proposta para mim. Eu acho que o interesse maior deles era encontrar uma louca que nunca tivesse assistido o reality e colocar lá para ver no que daria.”

Discurso de Tiago Leifert na eliminação

“O Tiago Leifert foi infeliz. Mas ele já veio com uma família pronta, ele é de uma família de judeus, nasceu dentro da Rede Globo e já tinha o caminho profissional dele traçado. Ele não sabe, no mínimo, o que é representatividade, para ele não interesse saber o que é isso porque representatividade tem a ver com os povos mais oprimidos e com as pessoas que ‘ralam’ mais.  Acredito que não tenha sido o caso do Tiago, o que é muito bom, é muito melhor que as pessoas estejam bem.”

“Julgo bastante infeliz a colocação dele. Inclusive, se ele refletisse, ele pediria desculpas. Por conta dessa afirmação minha mãe pegou ódio do Tiago. Eu não, eu tenho carinho por ele, é um cara de 1,60 e dos olhos claro que nunca teve problemas.”

“Ele não sabe, no mínimo, o que é representatividade”

“Na questão da porcentagem, dizem que hoje em dia tem um movimento onde a Globo é muito pautada pelos movimentos do twitter e fãs clube das redes sociais, e é muito louco porque eu não fui para o BBB para falar de representatividade, ninguém daquela casa estava nem ai para representatividade, os papos eram muito lá embaixo, o problema é que, um recorte de você falando três vezes sobre um assunto é como se você estivesse um mês inteiro só falando nisso. Eu sabia onde eu estava, eu sabia que era um programa de entretenimento para um público X. Mas em fim, representatividade importa sim, Tiago.”

Perfil BBB

“Eu não sou o tipo de negra que as pessoas querem ver na televisão. Sou o tipo de negra irritante. Quem olha pra mim ou me vê falando pensa: “Ela se acha”. Sim, eu posso me achar?”

“Gleici conquistou o público por meio da compaixão”

“Tem isso, eu acho que a auto estima acaba sacrificando um personagem igual a mim, se você tem uma autoestima elevada e isso eu tenho. No caso da Gleici, parecia que não. Dentro de um discurso que talvez tenha sido o discurso da pobreza, eu também sou pobre, mas não fui lá para falar de pobreza. Eu acho que ela conseguiu conquistar por meio da compaixão.”

+ OBSERVATÓRIO DA TELEVISÃO

 

 

 

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio