Do Cinema Novo às vilãs de novela, Joana Fomm esbanja talento há quase 60 anos

O Globoplay já disponibilizou Tieta e Vamp dentre os trabalhos representativos da carreira da atriz

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nascida em 1939, a atriz Joana Fomm se dedica desde os anos 1960 ao teatro, ao cinema e à televisão, tendo iniciado atividade nos três campos quase que ao mesmo tempo. Mineira de Belo Horizonte, ela não tardou a ir morar no Rio de Janeiro, onde vive até hoje.

Em 1964, a atriz estreou em novelas integrando o elenco de O Desconhecido, novela de Nelson Rodrigues produzida pela TV Rio e exibida em São Paulo pela TV Record. Mais para o fim da década, Joana entrou para o elenco da TV Globo e participou de filmes do Cinema Novo, como Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade, junto de Grande Otelo, Paulo José e Dina Sfat.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir de 1969, a atriz passou a participar de novelas da TV Tupi, como As Bruxas, Ídolo de Pano e A Viagem, com uma passagem pela TV Record em 1973 ao lado de Hélio Souto em Vendaval. Entre 1977 e 1994, mais uma passagem pela Globo, com uma série de papéis marcantes em diversas novelas.

Para citar alguns, a Yolanda de Dancin’ Days, a Lúcia de Corpo a Corpo, a Perpétua de Tieta e a Salustiana Maria de Fera Ferida – todas elas vilãs, uma mais odiada do que a outra. Entre as figuras de bom caráter, a Carmem Maura de Vamp.

No decorrer dos anos 1990, passagens pelo SBT e pela TV Bandeirantes, e a partir de 2000 novos papéis globais, um pouco espaçados a certa altura por motivos de saúde da atriz. Nesta semana o Vale a Pena do Observatório da TV homenageia Joana Fomm, presença sempre imperdível em qualquer novela, dado seu grande talento. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio