Natália do Valle: quase 46 anos de Globo e uma carreira de sucessos

Atriz praticamente não parou durante a década de 1980

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi em 1975 que a atriz Natália do Valle estreou na TV Globo, como a Orora de Gabriela, adaptação de Walter George Durst para Gabriela, Cravo e Canela, romance de Jorge Amado. A primeira de uma série de personagens na dramaturgia da emissora, quase sempre com sucesso.

Maria Natália Ferreira do Valle nasceu no Rio de Janeiro, mas a data tem divergências conforme fonte. 1946, 1951 e 1953 são anos distintos, todos apontados como sendo o de nascimento dessa filha de imigrantes portugueses.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na década de 1980, a atriz viveu uma época de auge nas novelas, emendando trabalhos de destaque e consolidando-se como estrela e musa de uma geração. Água Viva, Baila Comigo, Sétimo Sentido, Final Feliz, Transas e Caretas, Cambalacho, O Outro e Que Rei Sou Eu? foram ao ar entre 1980 e 1989.

Nos anos 2000, uma nova geração de fãs foi conquistada por Natália do Valle, especialmente por seus trabalhos nas novelas de Manoel Carlos Mulheres Apaixonadas, Páginas da Vida e Viver a Vida. O Vale a Pena do Observatório da TV relembra nesta semana a trajetória da atriz. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio