Após superar problemas técnicos em A Fazenda, diretor afirma: “emissora está muito satisfeita com o resultado”

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Record TV convidou jornalistas para uma visita à sede de A Fazenda, em Itapecerica da Serra, no sudoeste da Grande São Paulo. Durante o passeio, os profissionais de imprensa puderam conhecer as dependências do local, onde a emissora realiza o seu principal reality show.

Com os peões confinados, foi possível caminhar pela academia, varanda e pelas baias, onde ficam os animais. Além disso, a Record TV mostrou detalhes, com registro fotográfico proibido, como o corredor onde é possível assistir através de janelas de vidro todos os cômodos da casa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Por quase duas horas, os jornalistas puderam fotografar e, ainda, curtir a paisagem em meio à natureza de Itapecerica da Serra. Antes A Fazenda era realizada em Itu, no interior de São Paulo.

Roberto Justus recebe os jornalista em seu camarim na sede do reality A Fazenda (Divulgação/Record TV)

A Record TV não revela valores, mas demonstra que realizou grandes investimentos. Além de acomodações para toda a equipe e escritórios, há ainda espaços típicos de uma emissora de televisão: camarim do apresentador, ilhas de edição e sala de controle. Toda a estrutura lembra, realmente, uma miniestação de TV.

Os jornalistas puderam conhecer também o estúdio do apresentador e, ainda, o campo de provas de A Fazenda. Conforme caminhavam dentro da propriedade, mais profissionais da equipe técnica e de conteúdo apareciam. Todos muito disciplinados e trabalhando em silêncio.

Confira: A Fazenda 9: “O imprevisto é muito legal”, diz Justus sobre programa ao vivo

O diretor do núcleo de realities da Record TV, Rodrigo Carelli, dimensionou o trabalho realizado em Itapecerica da Serra. “Mais ou menos 200 pessoas em turnos. Tudo funciona 24 horas, a edição é feita em processo quase industrial”.

Somente na sala de controle, foi possível contar com mais de 11 profissionais, altamente

Centro de controle de A Fazenda montado em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo (Divulgação / Record TV)

concentrados em suas tarefas. É ali o centro nervoso, o coração do programa. O local é responsável pelas captações de imagens e áudios, a minutagem de cada acontecimento e a transmissão ao vivo pelo portal R7 e pela emissora aberta. O diretor responsável por A Fazenda, Fernando Viudez definiu a filosofia de trabalho na equipe. “(…) Aqui é colocar [no ar] uma novela com personagens reais”.

O tour pelas instalações do reality contou, também, com um bate-papo entre jornalistas, o diretor Carelli e Viudez. Também estavam presentes o diretor de comunicação da Record TV, Celso Teixeira, e a CEO da produtora Cygnus, Carla Affonso. Minutos depois, apareceu o apresentador Roberto Justus.

Todos trataram de explicar que os problemas de comunicação do início da temporada foram superados e que, de forma alguma, afetaram o conteúdo artístico do programa. Logo no primeiro episódio, a atração sofreu com problemas de áudio e a comunicação entre peões e o apresentador Roberto Justus foi comprometida. O evento repercutiu negativamente na imprensa e nas mídias sociais.

“O planejamento inicial não mudou em nada, apesar dos problemas técnicos”, assegurou Viudez. E Carelli, completou: “Desde a segunda semana, não houve problemas técnicos. (…) A Record está muito satisfeita com o resultado no ar”.

O encontro entre profissionais de imprensa e a direção de A Fazenda teve como principal intuito mostrar que a Record TV investiu pesado no reality, impressionar jornalistas e, ainda, justificar os erros nos primeiros episódios.

Veja também: A Fazenda 9: “Faz parte do jogo”, diz Justus sobre cortes na transmissão 24h online

Para a emissora, é como se o programa tivesse, de fato, começado do zero, por isso, ajustes foram necessários. A Cygnus, produtora independente responsável por colocar o reality no ar, está perdoada e deve, então, manter os níveis de qualidade exigidos pela Record TV.

Diretores de A Fazenda conversam com jornalista duranta visita ao reality (Divulgação / Record TV)

Questionados sobre censura, quando a transmissão ao vivo do programa é cortada, tanto Carelli, quanto Viudez afirmaram que, algumas vezes, a transmissão é cortada por uma questão de responsabilidade social e editorial, já que os peões esquecem que estão sendo assistidos por milhões de pessoas.

“O que importa para o público são coisas que tem a ver com o chamado jogo. (…) Toda a movimentação de amizade, tudo que tem a ver com a convivência a gente tem que colocar no ar”, declarou Carelli.

Oficialmente, a Record TV ainda não fechou a grade de programação de 2018. Porém, durante a visita, se ouviu extraoficialmente que A Fazenda tem reais possibilidades de voltar com mais uma temporada. E não mais A Fazenda – Nova Chance.

+ ACOMPANHE TUDO SOBRE A FAZENDA – NOVA CHANCE

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio