Leo se sente mal por ser um clone e quer fugir de todos

O filho de Deusa se revolta diante da realidade ímpar que o leva a ser considerado de tantas formas pelos que descobrem a história

Publicado há 4 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Clone, finalmente Albieri (Juca de Oliveira) dirá a Leo (Murilo Benício) com todas as letras que o rapaz é uma cópia de Lucas (também Murilo Benício).

Depois que Deusa (Adriana Lessa) introduz o tema numa delicada conversa, para ajudá-la na dura tarefa de revelar a verdade a Leo chegam Albieri, Padre Matiolli (Francisco Cuoco) e o Tio Ali (Stênio Garcia).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O geneticista se ocupa do jovem, enquanto o muçulmano orienta Deusa e o padre acolhe a atônita avó, Dona Mocinha (Ruth de Souza), que não entende como seu neto pode ser um clone, como a ovelha Dolly, e conclui que Leo é a primeira pessoa que não nasceu do bíblico pecado original.

O jovem fica com raiva de Albieri, já que sua condição de clone de Lucas, na intenção de fazer Diogo (também Murilo Benício) “renascer”, faz com que ele não tenha identidade própria, seu lugar no mundo.

Leo já conversou com a mãe sobre Jade (Giovanna Antonelli), a mulher que o fascina. O rapaz decide pedir ajuda a Leônidas (Reginaldo Faria) para viajar para o deserto, com a sensação de que ir embora é o melhor que pode fazer por si próprio. Pelo menos, lá ninguém o teme, nem teme por ele.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais