Troca de editor-chefe em jornal matinal causa rebuliço em afiliada da Globo na Bahia

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma troca no comando do telejornal matinal da Rede Bahia, afiliada da Globo em Salvador, está dando o que falar internamente. Glauber Souza, editor-chefe do Jornal da Manhã, apresentado por Ricardo Ishmael das 6h às 8h, está de malas prontas para deixar a emissora. Paulista de Ribeirão Preto, ele vai deixar a chefia do telejornal logo após o São João, no fim deste mês de junho.

Conforme apurou o Observatório da Televisão, o editor, que estava no cargo há quase 5 anos, recebeu proposta para trabalhar numa emissora de televisão de Angola. Ele já trabalhou por lá anos atrás e decidiu retornar. O jornalista vai receber salário em dólar. Segundo informações apuradas, vai receber quase três vezes mais o que ganha hoje na mesma função.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Todavia, o anúncio da saída dele, considerado o principal editor da Rede Bahia, abriu margem para um descontentamento interno. Assim que a saída foi confirmada, outros editores começaram a se mobilizar na esperança de assumirem o cargo.

Entretanto, para surpresa geral de todos, o Diretor de Jornalismo da Rede Bahia, Eurico Meira, preferiu abrir uma seleção e profissionais de fora da Rede Bahia foram convidados a participar de um processo de recrutamento que irá definir o novo chefe do Jornal da Manhã.

O Observatório da Televisão apurou que, entre esses nomes, estão Cristiano Gobbi, ex-Record TV Itapoan, TV Aratu/SBT e ex-Band Bahia, além de Leo Barsan, ex-Correio da Bahia e atual TV Aratu/SBT. A possibilidade de um editor de fora vir a preencher a vaga aberta por Glauber Souza tem sido motivo de muitas queixas.

Profissionais de afiliada querem ser reconhecidos internamente

Contudo, profissionais antigos, que se sentem gabaritados, acreditam que a “importação” de um editor não será bem vinda, já que seria o mesmo que dizer que a própria Rede Bahia não tem editores à altura do cargo. Além disso, existe o temor de que um jornalista de fora da Bahia, que não conheça as peculiaridades do Estado, provoque queda na audiência do Jornal da Manhã, hoje o líder disparado nas manhãs, à frente do Balanço Geral Manhã e do Bahia no Ar, da Record TV Itapoan.

Com Glauber Souza, o Jornal da Manhã voltou a registar picos históricos de audiência, chegando até 17 pontos no Ibope. As médias frequentemente superam os 13 pontos, números que colocam o telejornal entre as três maiores audiências da Globo em todo o Brasil no horário matinal.

Procurada para comentar o assunto, a assessoria da Rede Bahia/Globo enviou o seguinte comunicado: “A emissora confirma o recebimento do pedido de demissão de Glauber Souza. A empresa reconhece a contribuição do profissional no Jornal da Manhã e abrirá seleção para substituí-lo”.

Novidade tecnológica na afiliada da Globo

Enquanto isso, o Jornal da Manhã irá estrear uma novidade tecnológica nesta quinta-feira (20). Durante o telejornal, o programa vai usar a tecnologia QR Code (um código de barras bidimensional), no canto da tela, que vai permitir ao telespectador acessar direto do celular uma agenda completa dos festejos juninos no estado da Bahia.

Porém, quando o telespectador apontar o celular para a tela da TV, o código abre no celular um conteúdo especial com textos, fotos e vídeos. Desta forma o telespectador vai poder curtir o São João ainda mais bem informado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio