Susana Vieira revela que implorou por papel em O Espigão: “Pedi de joelhos, quase”

Publicado há 2 anos
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela O Espigão, escrita por Dias Gomes, que estreou em 1 de abril de 1974, foi a primeira trama que abordou o avanço acelerado e predatório da expansão imobiliária sobre o meio ambiente. Em conversa com o Gshow, Susana Vieira revelou detalhes sobre sua participação no folhetim.

Apesar de não ter o
perfil da personagem na época, por questão de idade, Susana afirma
ter insistido para fazer parte do elenco da novela. “Pedi de
joelhos, quase”, afirmou. Ela lembra que tinha uma enorme vontade
de trabalhar com o autor Dias Gomes e foi atrás dele quando soube da
novela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Faltava escalar
uma atriz para fazer o papel de uma quarentona e solteirona e
completamente assexuada, que se escondia atrás de umas roupas
fechadas, cabelo de coque, sem maquiagem… Então não podia ser eu,
no auge da juventude e beleza…”, revelou Susana Vieira, que
ainda disse que como precisava trabalhar na época, acabou implorando
para ter o papel. “Eu faço tudo que vocês quiserem… me
desglamorizem, desembelezem, me enfeiem, mas eu vou fazer a novela”,
contou Susana.

A personagem Tina, acabou rendendo para Susana Vieira o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), como atriz revelação do ano. “Eu me olhava no espelho e me achava horrorosa, com cara de criança e vestida de velha. Mas eu acho que fiz tão bem, o texto era tão bom e tão bem dirigido, que eu convenci a ponto de ganhar esse prêmio tão ambicionado por várias atrizes”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio