Sonia Abrão defende Mauro Naves após afastamento da Globo: “Não contou com o respeito da emissora”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O envolvimento de Mauro Naves no caso Neymar está dando o que falar entre os profissionais de comunicação. Na última quinta-feira (06), Sonia Abrão reprovou a forma como William Bonner, âncora do Jornal Nacional, e a Globo conduziram o afastamento do repórter esportivo.

Na edição do programa A Tarde É Sua, na RedeTV!, a apresentadora afirmou que Mauro foi humilhado ao ter seu nome divulgado no telejornal global. Ela também disparou que faltou coleguismo por parte do ex-marido de Fátima Bernardes no momento do pronunciamento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para Sonia é comum os jornalistas trocarem telefones com suas fontes em busca de uma exclusividade. “Como é que você vê a bancada do telejornal de maior audiência desse país destruir um profissional? Porque por trás dos elogios estava toda uma acusação de falta de ética, de conduta incorreta, que chegou a ser afirmado”, desabafou ela.

Eu condeno o Bonner porque ele é o editor do jornal, ele sabia muito bem o que estava fazendo. Porque esse tremendo profissional, que há tanto tempo faz um trabalho tão relevante na casa, não contou com o respeito desse colega e emissora”, continuou Sonia.

Na quarta-feira (05), a Globo afastou Mauro de suas funções após ele confessar que passou o telefone do pai de Neymar para os ex-advogados de Najila Trindade. A mulher acusa o jogador de estupro e agressão.

Recentemente, também foi divulgado que a decisão tomada pela emissora tinha gerado desconforto em sua equipe esportiva. Ao que tudo indica, a turma não gostou da forma como o canal expôs o caso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais