Sede da CNN é depredada durante protestos

Foi necessário chamar a polícia e até a SWAT para controlar a fúria da multidão

Publicado há 7 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sede da CNN, em Atlanta, no estado da Geórgia, foi depredada por manifestantes que protestam contra a violência policial contra a população negra.

Algumas das principais cidades do país, como Nova York e Los Angeles, também foram palco de marchas, após a morte de George Floyd, um homem negro, por um policial branco.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Atlanta, onde fica a sede mundial do canal de notícias, os manifestantes foram para o prédio da emissora, que oferece diversas opções de entretenimento, além de estúdios e a geração do sinal de emissoras da CNN para várias partes do planeta.

O canal americano e, também, a CNN Brasil mostraram ao vivo o vandalismo no CNN Center, na noite de sexta-feira (29).

Foram registrados danos tanto no prédio da emissora, do lado de fora, quanto dentro do complexo. Foi necessário chamar a polícia e até a SWAT para controlar a fúria da multidão.

Sede da CNN americana tomada por manifestantes (Reprodução)

A reportagem da CNN americana disse que foram ouvidos cantos contra a mídia, como é comum no Brasil contra a Globo, por exemplo. Para se ter ideia, o logotipo gigante que fica na entrada do prédio foi pichado, além vidraças quebradas. Não há notícia sobre colaboradores da sede terem se ferido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio