Sede da CNN é depredada durante protestos

Foi necessário chamar a polícia e até a SWAT para controlar a fúria da multidão

Publicado há 4 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sede da CNN, em Atlanta, no estado da Geórgia, foi depredada por manifestantes que protestam contra a violência policial contra a população negra.

Algumas das principais cidades do país, como Nova York e Los Angeles, também foram palco de marchas, após a morte de George Floyd, um homem negro, por um policial branco.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Atlanta, onde fica a sede mundial do canal de notícias, os manifestantes foram para o prédio da emissora, que oferece diversas opções de entretenimento, além de estúdios e a geração do sinal de emissoras da CNN para várias partes do planeta.

O canal americano e, também, a CNN Brasil mostraram ao vivo o vandalismo no CNN Center, na noite de sexta-feira (29).

Foram registrados danos tanto no prédio da emissora, do lado de fora, quanto dentro do complexo. Foi necessário chamar a polícia e até a SWAT para controlar a fúria da multidão.

Sede da CNN americana tomada por manifestantes (Reprodução)

A reportagem da CNN americana disse que foram ouvidos cantos contra a mídia, como é comum no Brasil contra a Globo, por exemplo. Para se ter ideia, o logotipo gigante que fica na entrada do prédio foi pichado, além vidraças quebradas. Não há notícia sobre colaboradores da sede terem se ferido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais