Revendo fusão, Cade quer saber se canais Fox ganharam Ibope nas mãos da Disney

Publicado há 10 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Revendo o negócio de fusão entre Disney e Fox no Brasil, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) quer saber se a Disney ganhou audiência em 2019 comandando os canais Fox no Brasil – com exceção do Fox Sports. O órgão pediu para as operadoras de TV por assinatura que se manifestassem e apresentassem dados de audiência para o conselho sanar essa dúvida.

Segundo apurou a reportagem do Observatório da Televisão, o motivo da dúvida do Cade em relação a isso é saber se, de fato, a fusão da Disney com a Fox criaria um monopólio na TV por assinatura. A Disney afirma que não é o caso, já que muitos canais que ela comanda atualmente são de nicho e possuem audiência mínima.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre as emissoras que o Cade pediu informações, estão o Fox Channel, o FX, o Nat Geo, o Nat Geo Kids, entre outros. O conselho solicitou os dados de audiência para as operadoras de TV por assinatura, como Claro/Net, Vivo, Oi e Sky. Claro e Vivo responderam aos questionamentos, mas em segredo.

Já a Sky pediu mais tempo para levantar os dados, já que o pedido ocorreu durante o período de festas de fim de ano, o que foi atendido pelo Cade prontamente. Por fim, a Oi comentou que não tem acesso aos dados de audiência da televisão e que eles deveriam ser solicitados ao Ibope.

A solicitação do Conselho é decisiva para o futuro da fusão entre Disney e Fox. Se o ganho de audiência da Disney for grande, o conselho pode colocar empecilhos novamente na fusão, mas a expectativa é que não seja o caso. Dos canais pedidos, apenas a Fox está entre os 15 canais mais vistos da TV por assinatura no Brasil, por exemplo.

Por que o Cade vai rever a fusão entre Disney e Fox?

A Disney comanda os canais Fox desde abril do ano passado. Se nada de muito impactante ocorrer, a decisão do novo modelo de negócio da fusão entre Disney e Fox pelo Cade deve ocorrer ainda no mês de janeiro. Nos bastidores do Fox Sports, uma fusão entre ESPN Brasil e o canal esportivo já é dado como certa. Inicialmente, o Cade queria a venda do Fox Sports, mas a Disney não encontrou interessados.

Em uma reunião para os seus funcionários logo após a decisão do Cade de rever a compra da Fox pela Disney no Brasil em novembro do ano passado, o executivo Eduardo Zebini, principal responsável pelo Fox Sports, admitiu que uma fusão é inevitável e que falta apenas o aval do Cade para que ela seja concluída de vez.

Procurada, a Disney afirma que não comenta questões da fusão entre a empresa e a Fox.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais