Rafael Cortez inicia os trabalhos do novo Matéria Prima

Atração resgata título que consagrou Serginho Groisman em 1990

Publicado em 02/11/2021 10:41
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rafael Cortez é o novo reforço da TV Cultura. O apresentador e humorista inicia nesta semana as gravações do novo Matéria Prima, que estreia em breve no canal da Fundação Padre Anchieta. No programa, Rafael receberá convidados para entrevistas e atrações musicais.

De acordo com Flavio Ricco, colunista do R7, o novo Matéria Prima terá convidados de peso. Na quarta-feira (3), as gravações contarão com as presenças de Lucy Ramos, Roberta Campos, Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello; na quinta-feira (4), os convidados serão Pedro Mariano e Supla; e na sexta-feira (5), as gravações terão Paula Lima, Luciana Mello e Anavitória.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As gravações do novo Matéria Prima acontecerão no Campus Anália Franco da Universidade Cruzeiro do Sul, em São Paulo, e contarão com plateia presencial, formada por pessoas vacinadas e usando máscaras faciais. A estreia está prevista para 20 de novembro.

À coluna de Ricardo Feltrin no UOL, Rafael Cortez explicou que não se trata de uma retomada do Matéria Prima que Serginho Groisman comandou na Cultura em 1990. “Este é um projeto inédito, pelo qual trabalho desde 2012, gravado em processo colaborativo com estudantes universitários, e que só agora chega à TV”, disse o apresentador. “Este é um formato inédito. O nome, que é da Cultura, vem como um carimbo de qualidade nesta nova produção”, elogiou.

Matéria Prima com Serginho Groisman

O novo programa de Rafael Cortez na TV Cultura resgata o título Matéria Prima, programa que se tornou um marco na emissora pública entre 1990 e 1991. A atração era exibida diariamente, com apresentação de Serginho Groisman, e foi o “embrião” do Altas Horas, programa que o apresentador comanda na Globo desde 2000.

No Matéria Prima, Serginho Groisman comandava uma plateia de adolescentes que participava ativamente da atração, fazendo perguntas aos convidados. O programa recebia figuras de várias áreas para entrevistas e debates, além de receber atrações musicais ao vivo.

O formato deu tão certo que despertou o interesse de Silvio Santos, que contratou Serginho e lançou o Programa Livre em 1991. O apresentador comandou o programa no SBT até 1999, quando foi contratado pela Globo e lançou o Altas Horas, com formato semelhante, no ano seguinte.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio